Greve dos caminhoneiros: reunião interrompida sem acordo | Fábio Campana

Greve dos caminhoneiros: reunião interrompida sem acordo

Estadão,
A reunião no Palácio do Planalto sobre a paralisação dos caminhoneiros foi interrompida para que os representantes do movimento pudessem realizar reunião paralela para “alguma decisões” sobre o tema. A informação foi dada à imprensa pela assessoria de imprensa da Confederação Nacional dos Transportadores Autônomos. Quando o grupo deliberar, deve ser retomada a reunião com os representantes do governo.
Numa clara divisão do movimento de paralisação dos caminhoneiros, a maior parte das entidades representativas da categoria aceitou o pedido de trégua feito pelo governo para que sejam examinadas as reivindicações da categoria. Mas o presidente da Associação Brasileira dos Caminhoneiros, José da Fonseca, deixou a reunião antes do fim afirmando que orientará sua base a manter a greve até que seja aprovada e sancionada a lei que desonera o diesel do PIS/Cofins e da Cide.
Questionado se a maioria havia aceitado o pedido de trégua do governo, ele afirmou: “a maioria que está aí dentro sim, mas a que está lá fora, não. Está esperando o meu pronunciamento.” Fonseca diz liderar 700.000 caminhoneiros, em 60 sindicatos e 7 federações.


2 comentários

  1. carlos lacerda
    quinta-feira, 24 de maio de 2018 – 18:46 hs

    O B R A S I L Q U E Q U E R E M O S : N Ã O É E S S E

    O GOVERNO TEMER BATE CABEÇA COMO SE FOSSEM AMADORES NA GESTÃO PÚBLICA.

    A PRIMEIRA MEDIDA TOMADA PELOS DEMAGOGOS DE PLANTÃO É DAR SUSTENTAÇÃO A SETORES QUE SEMPRE CARREGARAM O PIANO NO BRASIL PAGANDO OS IMPOSTOS PARA SUSTENTAR ESSA TURMA QUE ESTÁ NO PODER.

    MAS A QUESTÃO CENTRAL, O CERNE DA TEMÁTICA É DEIXADA DE LADO, OU SEJA: O GOVERNO SÓ PENSA EM AUMENTAR A CARGA TRIBUTÁRIA DOS BRASILEIROS.

    EM N E N H U M, N E N H U M, N E N H U M MOMENTO O GOVERNO AFIRMOU QUE PODERIA CORTAR SEUS GASTOS!!

    O CORTE DE GASTOS PÚBLICOS É MEDIDA MAIS DO QUE ESPERADA, NÃO DÁ MAIS PARA O BRASILEIRO CONTINUAR PAGANDO A CONTA DESSA TURMA – GOVERNOS ESTADUAIS INCOMPETENTE, INCONSEQUENTES E PÉSSIMOS GESTORES DOS RECURSOS PÚBLICOS.

    O GOVERNO FEDERAL CONCENTRA A MAIORIA DOS RECURSOS ARRECADADOS COM OS TRIBUTOS EM TODO O BRASIL, DÁ UMA MIGALHA PARA A BASE DE SUSTENTAÇÃO E UM TROCO PARA OS ESTADOS.

    O BRASIL QUE EU NÃO QUERO É ESSE GOVERNADO POR ESSA CLASSE POLÍTICA INCOMPETENTE, INTERESSEIRA, VORAZ NA DISSEMINAÇÃO DE GASTOS PÚBLICOS DESNECESSÁRIOS, USEIRA E VEZEIRA EM VIAGENS, CONVESCOTES E DEMAGOGIA.

    BRASILEIROS – FAÇAMOS COMO OS CAMINHONEIROS – FAÇAMOS UMA GREVE, UMA COMUNHÃO PELO O NOSSO COMBALIDO BRASIL E NÃO VOTEMOS EM NENHUM DOS ATUAIS OCUPANTES DE CARGOS POLÍTICOS.

  2. Ein Sof
    quinta-feira, 24 de maio de 2018 – 20:32 hs

    Somos reféns.
    Isso é chantagem e terrorismo.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*