Gilmar Mendes solta operador do PSDB | Fábio Campana

Gilmar Mendes solta operador do PSDB

do Estadão

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), suspendeu, nesta sexta-feira (11), a prisão do ex-diretor do Departamento de Engenharia da Dersa, Paulo Vieira de Souza, apontado como operador do PSDB, e preso desde o dia 6 de abril. Ele está encarcerado na penitenciária de Tremembé, no interior de São Paulo.

Para Gilmar, a prisão preventiva de Souza não “encontra amparo em fatos”. Na decisão, o ministro explica que a prisão preventiva do ex-diretor da Dersa foi decretada a pedido do Ministério Público Federal, em função de “supostas de três supostas ameaças à integridade física da também acusada Mércia Ferreira Gomes”, que é ex-funcionária terceirizada da Dersa.

O processo em que os dois são acusados investiga desvio de recursos de R$ 7,7 milhões da Dersa, entre entre 2009 e 2011 (governos Serra e Alckmin). “Na segunda oportunidade, ela teria sido empurrada. Nas outras duas, as ameaças foram verbais. Em nenhum dos casos, houve registro policial”, diz Gilmar.


3 comentários

  1. Parreiras Rodrigues
    sábado, 12 de maio de 2018 – 7:02 hs

    Papo reto: Paulo Preto —–Gilma (olha a intimidade) qualé o número da conta?

  2. JÁ ERA...
    sábado, 12 de maio de 2018 – 8:06 hs

    O STF está com a imagem mais suja do que pau de galinheiro gra´-
    ças a Gilmar Mendes, Toffoli, Marco Aurelio e Lewandowski.
    As atitudes do Gilmar Mendes (conhecido como diarréia porque
    solta tudo…) é simplesmente lamentável. Hoje chego à conclusão
    que para ser componentes do STF nem precisa de notório saber
    das leis, basta usar óleo de peroba… ser cara de pau !!!

  3. JÁ ERA...
    sábado, 12 de maio de 2018 – 15:38 hs

    Já descobri o que se passa pela cabeça de Gilmar Mendes. É só
    pura alucinação tal qual os drogados de LSD…

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*