Gasolina em Curitiba | Fábio Campana

Gasolina em Curitiba

Um posto entre a Avenida Getulio Vargas e a República Argentina concentra fila de 15 horas. Há gasolina e a fila para abastecer só cresce.


5 comentários

  1. Ein Sof
    segunda-feira, 28 de maio de 2018 – 10:58 hs

    Adoraria ver uma pesquisa mostrando quantos destes motoristas são essenciais para o funcionamento da sociedade.
    Completamente irracional ficar numa fila por 15 horas não sendo essencial para o funcionamento dos serviços básicos da sociedade.
    Com isso quero dizer: polícia é essencial, hospital é essencial, etc., mas, para citar um exemplo, um vendedor de colchões não é essencial.
    Mas aposto que muita gente que tem função tão essencial quanto o vendedor de colchões estava ontem abastecendo o carro, para ir trabalhar.
    As empresas deviam ser mais racionais também, e dispensar todos que não forem essenciais… até para economizar combustível.

    Mas eu sou um cara com diarreia mental, como outro falou, né?

  2. cansado de ouvir asneiras
    segunda-feira, 28 de maio de 2018 – 11:24 hs

    Ein Sof, concordo plenamente com vosso pensamento.
    Eu, hoje, deixei o carro na garagem e fui trabalhar de onibus, se não houver onibus irei Á PÉ (APESAR DA DISTÂNCIA).
    Não vou deixar, quem realmente necessita de combustível, desabastecido.

  3. Ein Sof
    segunda-feira, 28 de maio de 2018 – 11:27 hs

    Valeu, ‘cansado de ouvir asneiras’.
    Valeu mesmo.

  4. OTIMISTA
    segunda-feira, 28 de maio de 2018 – 11:34 hs

    O meu carro está há uma semana na garagem, apesar de ter
    1/4 do tanque. O que posso e devo fazer faço a pé. Consumo o
    que estiver dentro das possibilidades e recuso pagar estes absurdos
    de valores dos alimentos que existem por aí. Quem quer comer
    bananas a R$ 25,00 o quilo que vá comer no inferno !!!
    O brasileiro nasceu já em berço de ouro independentemente das
    classes sociais. Não temos desastres ecológicos, o país é imenso,
    o clima é bom mas temos uma desgraça sobrenatural que são
    os políticos. Pior, esta praga não morre com inseticidas e renovam
    a cada quatro anos…

  5. Ein Sof
    segunda-feira, 28 de maio de 2018 – 11:41 hs

    ‘cansado de ouvir asneiras’: parabéns e obrigado por fazer isto.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*