Fake news em segundo plano | Fábio Campana

Fake news em segundo plano

Quando as fake news passaram a ganhar as primeiras tintas, Gilmar Mendes estava à frente do TSE. Pois, pois, naquele momento foi criado o, pomposo nome, Conselho Consultivo sobre Internet e Eleições para ficar lá em Brasília fazendo o que na maioria das vezes fazem os colegiados: discutir estratégias, que, trocando em miúdos, não significa nada.
Há mais de dois meses as excelências não se reúnem para discutir estratégias. O que dá na mesma.


Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*