Diesel desce, imposto sobe | Fábio Campana

Diesel desce, imposto sobe

Pelo o que indicou o ministro da Fazenda, Eduardo Guardia, em declaração feita hoje, a conta é uma só: o governo terá que aumentar impostos para compensar a redução de tributos sobre o diesel.
Para sair da crise, o Planalto providencia um novo golpe no bolso ou nos serviços do povo: “As medidas que estamos colocando aqui podem ser majoração de impostos, eliminação de benefícios hoje existentes”.
É a ninguenzada a dona da conta.

 


4 comentários

  1. INFORMADO
    segunda-feira, 28 de maio de 2018 – 16:08 hs

    NOS EUA A TRIBUTAÇÃO É CONCENTRADA NO PATRIMÔNIO.
    AQUI NO BRASIL É CONCENTRADA NA RENDA E NO CONSUMO, RAZÃO PELA QUAL ISSO “MATA” A ECONOMIA..

  2. Rogério
    segunda-feira, 28 de maio de 2018 – 18:12 hs

    Bando de vagabundos,cortar gastos do governo com cargos de confiança, previlegios de políticos corruptos, cartão corporativo, nada de cortes, por isso, apesar do sofrimento do povo com a falta de mercadorias e combustível, a greve tem que continuar com o apoios maciço do povo, que já não aguenta mais levar bofetadas todo dia com notícias de corrupção a céu aberto e a dona justiça STF soltando esses corruptos todos os dias.

  3. Ein Sof
    segunda-feira, 28 de maio de 2018 – 18:41 hs

    O pior é a ninguenzada querendo que o mesmo aconteça com a gasolina e o etanol…
    Como se essas duas coisas fossem extremamente essenciais.
    Diesel é essencial.
    Gasolina e etanol não são.

    Estou esperando alguém mostrar-me um caminhão movido a gasolina ou etanol…

  4. BinLaden
    segunda-feira, 28 de maio de 2018 – 21:47 hs

    CADÊ OS TRENS GOVERNO BURRO ?
    Todo o apoio aos caminhoneiros, mas temos que pensar neste Brasil continental…

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*