Deonilson Roldo deve deixar o cargo | Fábio Campana

Deonilson Roldo deve deixar o cargo

Fontes palacianas informam que Deonilson Roldo, ex-secretário chefe de gabinete do governo Beto Richa, hoje diretor da Copel, deve deixar o cargo diante do vazamento de um áudio em que ele afirma haver um entendimento para favorecer a empreiteira Odebrecht. Ele nega: “Há um equívoco de interpretação. Eu apenas defendia o interesse do Estado. A obra acabou não sendo construída pela Odebrecht, que teria sido favorecida”, diz Roldo.

Segundo os denunciantes, tratava-se de R$ 4 milhões para a campanha eleitoral de 2014. No diálogo gravado pelo empreiteiro, Roldo diz ao diretor executivo da construtora Contern, Pedro Rache, que ele deve desistir da licitação da PR 323 porque a obra está comprometida com a Odebrecht. E diz que a Contern/Bertin terá outras oportunidades, como a participação da Copel em termelétricas da Bertin na Bahia. Um negócio de R$ 500 milhões.


7 comentários

  1. Maquiavel
    sexta-feira, 11 de maio de 2018 – 12:09 hs

    Se o Deonilson caiu…derrubaram a árvore.

    Vai sobrar até para vereador…

  2. Esmael
    sexta-feira, 11 de maio de 2018 – 14:04 hs

    Ainda não caiu! A governadora só pode ta de brincadeira. Vai esperar ser preso no cargo?

  3. perguntar não ofende
    sexta-feira, 11 de maio de 2018 – 14:12 hs

    E OS SECRETARIOS CAIXA DOIS. QUE PERMANECEM NO GOVERNO A PEDIDO DO BETO????
    E AINDA TEM UM DELES QUE NÃO APRENDE E CONTINUA FAZENDO ARTE?

  4. JUSTICEIRO
    sexta-feira, 11 de maio de 2018 – 15:58 hs

    E os demais cargos que Deonilson exerce no Governo do Estado, entre os quais no Conselho da SANEPAR e outros órgãos, como ficam?

  5. PEDROCA DO SUDOESTE
    sexta-feira, 11 de maio de 2018 – 16:46 hs

    Como sempre quando são delatados, não conhecem as pessoas,não lembram. Mas, quando é para combinar licitações, vantagens, ah.lembram , como lembram.

  6. Tairone Andrade
    sexta-feira, 11 de maio de 2018 – 18:44 hs

    A governadora não pode vacilar, esse sujeito já está há muito tempo em governos, no Estado desde os dois governos Lerner, depois dois do Richa, e na prefeitura desde Lerner, depois Taniguchi, Greca, Richa, Ducci e agora continua a influir na gestão Greca por meio do Catani, que é da mesma súcia. E na COPEL ele tem um braço de sobrenome Krauss – agem como máfia, estão em vários conselhos públicos para engordar os vencimentos desmedidamente, moram em condomínios caríssimos, andam em carros oficiais com aqueles vidros escuros e motoristas (alguns policiais militares da Casa militar obrigados a servi-los), tudo à custa do povo paranaense

  7. sábado, 12 de maio de 2018 – 21:16 hs

    Pois é ………o cidadão é funcionário da Assembléia Legislativa e nunca foi trabalhar desde que passou um concurso fantasma …..e ai TRAIA…..TRAIANO …vai convocar o cara ou vai dar licença sem vencimento ……………..rsrsrsrsrs

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*