Delcídio pede absolvição | Fábio Campana

Delcídio pede absolvição

Radar On-Line, VEJA

Na defesa prévia entregue ao juiz Sergio Moro, o ex-senador Delcídio do Amaral pede para ser absolvido da acusação de corrupção e lavagem de dinheiro no caso da refinaria de Pasadena.

Segundo o MPF, Delcídio e mais nove pessoas causaram prejuízos de US$ 17 milhões na aquisição de 50% da refinaria de Pasadena, no Texas, pela Petrobras.

A defesa de Delcídio defende a tese de que ele não se beneficiou com o dinheiro. Afirma que o montante foi usado exclusivamente para o pagamento de dívidas de campanha, o que configuraria caixa dois.

Pede também a absolvição sumária do petista no caso. Os advogados querem ainda que a acusação contra Delcídio deixe a vara federal de Curitiba, e seja julgada pela Justiça Eleitoral.

“É imperativa, portanto, a desclassificação do crime de corrupção passiva para o de falsidade ideológica eleitoral, cabendo, consequentemente, a arguição de preliminar de incompetência do Juízo da 13ª Vara Federal da Subseção Judiciária de Curitiba”, escreveram os advogados.


3 comentários

  1. quinta-feira, 3 de maio de 2018 – 21:20 hs

    O prejuízo de Passadena foi muito maior, perto de 500 milhões de U$ dólar. Compra aprovada por Dilma, ministra à época, presidente do conselho de administração da Petrobrás.
    Até hoje não se sabe onde foi parar a parte do PT neste golpe.

  2. Ein Sof
    quinta-feira, 3 de maio de 2018 – 21:26 hs

    Isso é piada?
    Só pode ser!

  3. FUI !!!
    sexta-feira, 4 de maio de 2018 – 6:52 hs

    Não pode haver absolvição total de um crime praticado. O Delcidio
    se tornou um cordeirinho depois que virou delator e hoje clama por
    inocencia !? Precisa devolver aos nossos cofres todo o prejuizo de
    Pasadina e tantos outros, juntamente com a Dilma.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*