Carlinhos Cachoeira continuará dormindo na prisão | Fábio Campana

Carlinhos Cachoeira continuará dormindo na prisão

Carlinhos Cachoeira, condenado a quatro anos de xadrez por corrupção e fraude em uma licitação da Loterj, tentou um habeas corpus para melhorar ainda mais sua vida, que não está lá tão difícil como poderia – hoje cumpre pena em regime semiaberto, sai durante o dia e volta para cadeia à noite.
A defesa pediu que a pena passasse para regime aberto, ele poderia ficar fora da prisão e aparecer de tempos em tempos diante do juiz.
Rosa Weber não deixou, negou o habeas corpus e Cachoeira terá que continuar obedecendo ao toque de recolher.


3 comentários

  1. PEDROCA DO SUDOESTE
    sexta-feira, 1 de junho de 2018 – 7:50 hs

    Pensando bem, seria um bom vice para o LULA. Representantes dos presidiários.

  2. JÁ ERA...
    sexta-feira, 1 de junho de 2018 – 8:10 hs

    O regime semiaberto e a própria redução da pena depois de cum-
    prir 1/6 é uma grande farsa das nossas leis. Foram criadas quando
    existiam pouquíssimos políticos ou quando todos eram Santos…

  3. Aprigio Fonseca
    sexta-feira, 1 de junho de 2018 – 9:36 hs

    Vale lembrar que não se sabe por que,talvez por causa daquela relação com a revista veja,se esqueceram desse caso,até um certo senador que tambem é procurador está livre e solto ganhando polpudo salario mas era da turma previlegiada que age no Brasil com aval da justiça e quiça da PF.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*