STF mantém Palocci preso | Fábio Campana

STF mantém Palocci preso

Por 7 votos a 4, os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiram hoje (12) negar o pedido de liberdade protocolado pela defesa do ex-ministro Antônio Palocci, preso desde setembro de 2016 na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba, devido às investigações da Operação Lava Jato.

No ano passado, Palocci foi condenado pelo juiz federal Sérgio Moro a 12 anos, dois meses e 20 dias de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro em um dos processos a que responde no âmbito da Lava Jato.

A maioria de votos foi formada com base no voto do relator. Edson Fachin entendeu que há risco para a ordem pública, caso o ex-ministro seja libertado.

O entendimento foi acompanhado pelos ministros Alexandre de Moraes, Luís Roberto Barroso, Luiz Fux, Rosa Weber e Celso de Mello.

Votaram a favor da liberdade de Palocci os ministros Dias Toffoli, Gilmar Mendes, Ricardo Lewandowski e Marco Aurélio.


3 comentários

  1. Palpiteiro
    quinta-feira, 12 de abril de 2018 – 17:30 hs

    Essas sessões supremas viraram o supremo da cafonice e da chatice. Votos que poderiam durar quinze minutos, duram duas horas ou mais. A síndrome da cultura pop está corroendo a justiça brasileira.

  2. Jean
    quinta-feira, 12 de abril de 2018 – 19:06 hs

    Concordo com o Sr. Palpiteiro. As sessões do STF além de prolixas demonstram o excesso de vaidade. A vaidade das vaidades. Lamentável Srs. Ministros.

  3. quinta-feira, 12 de abril de 2018 – 19:47 hs

    Sempre tem um Tonho para falar tonteira! O Min. Gilmar é já nem esconde mais que quer acabar com a Lava Jato! Por que será? tem culpa no cartório. Lewandowski também tem algo a confessar..

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*