Requião é absolvido da acusação de uso político da TV Educativa | Fábio Campana

Requião é absolvido da acusação de uso político da TV Educativa

Roberto Requião foi absolvido da acusação de uso indevido da TV Educativa quando era governador do Paraná.
A 4ª Turma do Tribunal Regional Federal aceitou por unanimidade o recurso dos advogados de defesa e reformou sentença que determinava a devolução dos valores que, segundo a denúncia, teriam sido gastos com a produção de “conteúdo político-partidário, ideológico e de promoção pessoal” entre os anos e 2007 e 2010.
Segundo o desembargador federal Luiz Alberto d’Azevedo Aurvalle, relator do processo, “é possível vislumbrar um padrão talvez narcisístico de governar. Entretanto, ainda que moralmente reprovável para alguns, com a vênia da ilustre julgadora de primeiro grau, não há como detectar a finalidade exclusiva de promoção pessoal, o que caracterizaria o ilícito administrativo de desvio de finalidade, desvio de poder ou a prática de ato de improbidade”.


3 comentários

  1. Jaferrer
    quarta-feira, 11 de abril de 2018 – 12:05 hs

    Que acompanhou os programas da TVE PR, nos anos de chumbo do Reiquião, tem uma opinião absolutamente distinta da desse desembargador. Lamentável, foi um acinte ao contribuinte paranaense que teve de pagar a propaganda gratuita desse sujeito que nunca teve pudor no uso do erário. Fazer o que, é a justiça da república de bananas, mais uma vez.

  2. Daniel, o ateu atento
    quarta-feira, 11 de abril de 2018 – 12:41 hs

    Discordo da decisão desse desembargador também.

  3. falido e ainda mal pago
    quarta-feira, 11 de abril de 2018 – 13:17 hs

    O Nepotão de Mello e Silva usou e abusou da TV Educativa para se promover politica e pessoalmente. Além disso usava o espaço para atacar os seus adversários.
    Se isso não é uso eleitoreiro, abuso de poder e mal uso do dinheiro público, a pergunta que deve fazer para o douto magistrado e com a devida vênia é, o que será?
    E desse tipo de julgamento favorável ao senador em fim de carreira graças a Deus, a esquerdália corruPTa gosta e não contesta.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*