'Ratinho Junior não matou meu filho' | Fábio Campana

‘Ratinho Junior não matou meu filho’

Desde janeiro deste ano a família de Ratinho Jr e a família de Carli Filho compartilham negócios comerciais. A Rádio Massa FM, de Ratinho, ocupa a concessão da Rádio Cacique, que pertence à família Carli.
Para as críticas sobre a aliança firmada entre Christiane Yared e Ratinho, a deputada respondeu que não existe político no Paraná que não seja amigo da família de Carli e completou com o dramático comentário: “Ratinho Junior não matou meu filho”.
De outro lado, Ratinho se posiciona como o principal incentivador ao nome de Yared como principal candidata ao Senado em sua chapa.
Antes de ganhar as ruas, a chapa está sendo muito criticada no interior do Estado e já estão se formando discursos contrários com palavras que prometem pegar pesado contra Yared, a apontar o dedo sobre a “utilização da morte do filho como mote de campanha”, conforme disse deputado ao blog.

(Foto: Reprodução)


6 comentários

  1. quarta-feira, 4 de abril de 2018 – 11:14 hs

    AÍ, EU CONCORDO. MUDAR DE PARTIDO PARA SE LIVRAR DE ENCOSTOS ESTÁ CERTINHO!!!

  2. Maquiavel
    quarta-feira, 4 de abril de 2018 – 11:20 hs

    Escolha pessoal do Alvaro, a candidatura de Yared ao senado é a resposta de AD e RJr às traições de Beto, Rossoni e cia ilimitada…

    Com certeza terá todo o apoio dos dois principais puxadores de voto, do estado, hoje.

    A beto sobra sempre brigar com o resto pela segunda vaga, porque a primeira é do urtigão.

  3. quarta-feira, 4 de abril de 2018 – 13:33 hs

    Depois que essa deputada VOTOU ao lado do Requião e da Gleisi, CONTRA todas as Verbas que eram destinadas o Paraná, perdeu meu voto. o Beto passa, graças a Deus, mas o Estado do Paraná fica, por uma vingança Prejudicao o Povo Paranaense….

  4. quarta-feira, 4 de abril de 2018 – 21:22 hs

    aqui no interior essa senhora nao faz voto algum !!
    só se elege se a capital carregar ela nas costas !!!

  5. sexta-feira, 6 de abril de 2018 – 20:39 hs

    Beto Richa x Christiane Yared, é uma luta que eu tava esperando pra acontecer.

    As alianças da Yared me deixaram assim “WTF?!”, mas aí eu tenho que olhar pro trabalho dela, quando teve o impeachmeant da Dilma ela votou a favor (eu era contra e fui lá cobrar) e explicou o porque, e ainda disse que os deputados iam entregar a cabeça do Cunha, Renan Calheiros e um outro lá do mesmo tipo “meio mafioso”, tipo negociação política (eu aceito isso se me der aquilo). Ela não queimou a cara com os projetos do Temer, não votou a favor, e quando foi a favor ela tinha ressalvas. E ainda passou a lei de trânsito que prende motoristas imprudentes que mataram alguém (eu sei que ela tem motivos pessoais, mas era uma demanda forte da sociedade por uma lei assim)…

    Betinho, depois da guerra do centro cívico você sumiu, apareceu uma vez lá no jornal nacional associado ao escândalo da lava jato e outra vez quando falaram do Aécio e você pareceu sensato, tinha até uma foto sua olhando pro Aécio com cara de “Esse cara é doido”, e eu concordo, o Brasil também acha, enfim… Como você desandou desse jeito? Foram as alianças e os conselhos de gente errada? O líder forte, que você parece ser, não pode ficar escutando conselho de gente errada e tomando decisão que acaba na “guerra do centro cívico”…..

    Pensando em alianças políticas, será que elas levam pro mal caminho mesmo? A Yared tá fazendo alianças esquisitas….se isso levou o Beto Richa a fazer bobagens, será que ela aguenta?

    Resumindo, que vença o líder mais forte, precisamos de alguém que ouça a sociedade, atenda as demandas do Paraná e que não apareça depois naquelas listas da vergonha quando acontece um escândalo.

    Enfim, temos que corrigir a reforma trabalhista, fazer uma reforma da previdência decente e os senadores vão ter que segurar qualquer presidente que vier, desde o Doria até o Bolsonaro. Não é tarefa fácil.

  6. sexta-feira, 6 de abril de 2018 – 20:49 hs

    Mario da Zelarino, eu achei justo, não é como se o Betinho não tivesse feito o mesmo com Curitiba (todos sabem…briga com o Fruet etc etc..).

    Por falar em Gustavinho, ele foi bom em administrar a cidade, com todo mundo contra ele, conseguiu apoio de prefeitos de cidades vizinhas pra não deixar a gente sem ônibus metropolitanos….Ele seria um bom presidente, se ele fosse conhecido, é uma pena que não seja, mas que bom que existe o Ciro Gomes e seu discurso coerente desde o início dessa guerra polítca (voto por exclusão).

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*