Prefeitura de Curitiba pede à Justiça que Lula seja transferido | Fábio Campana

Prefeitura de Curitiba pede à Justiça que Lula seja transferido

A Procuradoria Geral do Município solicitou à 12ª Vara da Justiça Federal que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva seja transferido da sede da Polícia Federal para outro local em Curitiba. O pedido leva em conta transtornos e problemas de segurança que vêm sendo gerados com as manifestações, pró e contra Lula, nas ruas próximas à Superintendência da Polícia Federal, no bairro Santa Cândida.

Leia aqui o documento oficial do pedido de transferência

De acordo com a procuradora-geral, Vanessa Volpi, o município já tomou todas as medidas que estavam ao seu alcance, inclusive com o pedido de interdito proibitório, que preservava o entorno da PF e proibia a montagem de estruturas em praças e ruas da cidade. No último sábado (7), data em que o ex-presidente chegou a Curitiba, o juiz Ernani Mendes Silva Filho atendeu o pedido da Prefeitura.

Em função do acirramento dos ânimos e também das constantes reclamações dos moradores da região, a PGM solicitou a transferência do ex-presidente para “local seguro e adequado às circunstâncias do caso, restabelecendo-se a ordem, o direito de ir e vir e a segurança da população, por ser medida de justiça.”

Serviços prejudicados

O restabelecimento da iluminação pública em pontos da região do bairro Santa Cândida, em especial na área ocupada por manifestantes, nas proximidades da Superintendência da Polícia Federal (PF), não está sendo possível devido à falta de acesso dos veículos que fazem a manutenção. Na região há cerca de 500 pessoas acampadas permanentemente, número que chega a mil em determinadas horas do dia.

Há pelo menos dez postes apagados no aguardo de manutenção, que integram um total de 178 ocorrências registradas na Central de Atendimento 156. Um poste ilumina uma área equivalente a 20 metros quadrados.

Houve mudanças também na rotina de coleta de lixo das residências na área ocupada, pelo fato de o caminhão não ter passagem. Nas ruas onde não há acesso do veículo maior, a coleta está sendo feita com o suporte de uma camionete pequena. Quando isso também não é possível, o coletor segue a pé até as lixeiras das casas e retorna aos veículos carregando os resíduos, dificultando o trabalho.

Já a coleta dos resíduos gerados pelos manifestantes está sendo feita sem problemas, com o depósito em local combinado com os líderes da ocupação.


10 comentários

  1. sexta-feira, 13 de abril de 2018 – 22:05 hs

    Aqui pra nossa banda tem o Paranazão e nele existe muitas ilhas que tal mandar essa ameba para passar uns dias e até meses ? Será que seus seguidores iriam montar barracas nas ilhas vizinhas ?

  2. sábado, 14 de abril de 2018 – 7:07 hs

    E a Procuradoria pediu licença para a Gleisi?

  3. Luiz Eduardo
    sábado, 14 de abril de 2018 – 7:16 hs

    Se existe o direito de manifestação, superior a este está p direito de ir e vir, o direito ao repouso silencioso.. Qual a razão de permitir esta aglomeração de indesejáveis perturbando a tranquilidade de pessoas ordeiras e que pagam seus impostos regularmente? Isto já se tornou uma afronta descarada e barata. O assunto precisa ser resolvido. Porque tanto medo esta pelegada? Não é mais do que uma organização criminosa. As autoridades competentes estão com medo de fazer cumprir a lei? É o momento exato de mostrar quem manda neste país. Medo dos direitos humanos? E o direito dos moradores das proximidades? Estão dando cada vez mais força para o ladrão e seus aliados. É o momento ideal de retomar a decência neste país. Se não por bem, pela força! Forças Armadas neles! Antes que seja tarde! É necessário acabar com o lula.

  4. Abadia Pires
    sábado, 14 de abril de 2018 – 8:34 hs

    A Governadora está com medo de fazer a polícia cumprir a ordem judicial?

  5. sábado, 14 de abril de 2018 – 9:16 hs

    MAIS UMA JOGADINHA POLITICA, TIPO; FIZEMOS NOSSA PARTE,KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK!!!

  6. Parreiras Rodrigues
    sábado, 14 de abril de 2018 – 9:18 hs

    Adir: Mandar Gleici para qualquer ilha do nosso Paranazão, é premiá-la. Na Ilha de Guadalupe, ou Ilha dos Pneus, então, nem pensar. Retira essa sua sugestão, por favor. Troque-a pela Rocinha, mas que se respeite os trabalhadores de lá, que são milhares. Lula no Bangú 8, por ai….

  7. Petrus
    sábado, 14 de abril de 2018 – 10:18 hs

    Lula está no paraíso das cadeias do Paraná!!

    Esses ESTÚPIDOS MORTADELAS ainda vão colocar o Chefe Ladrão deles numa penitenciária!!!

    BURRO TEM QUE PASTAR!!!!

  8. sábado, 14 de abril de 2018 – 12:00 hs

    Belo comentário sr Luiz Eduardo..Parabéns

  9. Quaquaqua
    sábado, 14 de abril de 2018 – 12:19 hs

    Você que se sente incomodado com a presença de militantes, saiba que se trata de brasileiros e brasileiras, e tem maus brasileiros e brasileiras que não estão acampados, porém estão de olho em vocês seus lambe botas. Você acredita que o mal que você deseja para eles, não irá te afetar? Engana—se é só darvuma pesquisada na reação internacional e na alta do dólar. Você crê que uma guerra cairá e afetará somente os outros? Você se exclui? Coitado…lacaio, você tá nessa otario! E sabe aqueles “pecados” que você comete diariamente, achando que ninguém sabe…vai ter que amargar a vida, vai parando…pagar impostos, pagar juros altos, salário congelado, lojas vazias, comércio de pequenos fechando as portas, saques, assaltos, etc e tal. Capice?

  10. RR
    sábado, 14 de abril de 2018 – 13:43 hs

    Transfere todos pro inferno.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*