PGR DENUNCIA GLEISI E MAIS QUATRO AO STF | Fábio Campana

PGR DENUNCIA GLEISI E MAIS QUATRO AO STF

A PGR denunciou hoje, ao STF o ex-presidente Lula, a senadora Gleisi Hoffmann, os ex-ministros Antônio Palocci e Paulo Bernardo, e o empresário Marcelo Odebrecht, pelos crimes de corrupção (passiva e ativa) e lavagem de dinheiro. Destes, a única que ainda não foi presa é Gleisi. As informações são do Estadão.
O caso gira em torno das suspeitas de que a Construtora Odebrecht repassou milhões de reais ao PT em troca de decisões políticas que favorecessem a empreiteira. De acordo com a Procuradoria-Geral da República (PGR), o PT teria ficado à disposição com US$ 40 milhões (o equivalente a R$ 64 milhões na época dos acontecimentos), em uma conta mantida pela Odebrecht, para cobrir uma série de despesas indicadas pelos petistas, como a campanha de Gleisi Hoffmann ao governo do Paraná em 2014. Gleisi também foi denunciada por lavagem de dinheiro.

Entre as decisões políticas que beneficiaram os interesses do grupo Odebrecht, estão o aumento numa linha de crédito no BNDES entre Brasil e Angola voltada ao financiamento da exportação de bens e serviços entre os dois países.

“Diante das dificuldades operacionais de concluir a corrupção, Marcelo Odebrecht pediu que seu pai, Emilio Odebrecht, fosse a Luiz Inácio Lula da Silva pedir sua intervenção na ampliação da linha de crédito Brasil-Angola no BNDES”, apontou Raquel Dodge, ao sustentar que foi de Lula “a decisão de efetivamente atender à pretensão do corruptor” Marcelo Odebrecht.

A Procuradoria-Geral da República sustenta que Lula foi “determinante” para o BNDES ampliar para US$ 1 bilhão a linha de financiamento, que beneficiou a Odebrecht e outras empresas. Raquel Dodge aponta que o aumento da linha de crédito “teve seu preço ilícito pago sob a forma de vantagem indevida” a integrantes do PT, em uma conta-corrente criada em 2008 para arrecadação de “vantagens indevidas” da sigla – primeiramente, gerenciada por Antonio Palocci; depois, por Guido Mantega.

CAMPANHA. Ainda de acordo com a denúncia, Gleisi, Paulo Bernardo e Leones Dall’agnol, auxiliar da senadora, pediram a Marcelo Odebrecht “vantagem indevida” no valor de R$ 5 milhões para despesas da campanha de Gleisi ao governo do Paraná “via caixa 2”. Desses R$ 5 milhões, o trio teria comprovadamente recebido pelo menos R$ 3 milhões, em parte por intermediários. Gleisi teria ocultado e dissimulado os valores recebidos.

Para Raquel Dodge, a prestação de contas da campanha de Gleisi em 2014 foi fraudada perante o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) “para escamotear (ocultar e dissimular para fins de lavagem) o recebimento dos valores obtidos pelos atos de corrupção denunciados”.

A denúncia, ressaltou a procuradora-geral da República, não está embasada somente em depoimentos de delatores, mas também em documentos apreendidos por ordem judicial de busca e apreensão, como planilhas e e-mails. Raquel enfatizou que até o “transportador das vantagens indevidas foi identificado”.

Raquel observou que há provas que confirmam encontros, viagens, uso de intermediários, doleiros e destacou uma série de e-mails enviados por Marcelo Odebrecht que “confirmam estas graves condutas de corrupção ativa e passiva ora imputadas aos acusados”.

A procuradora pede a “condenação solidária” de Lula, Paulo Bernardo e Palocci, para pagar ao Erário o equivalente a US$ 40 milhões em virtude de danos causados por suas condutas, além de R$ 10 milhões a título de indenização por dano moral coletivo. Já para Gleisi, Paulo Bernardo, Leones e Marcelo Odebrecht, os valores são respectivamente R$ 3 milhões e R$ 500 mil, também em “condenação solidária”.


7 comentários

  1. Paulo Tadeu Macedo Neves
    segunda-feira, 30 de abril de 2018 – 22:09 hs

    Corre solto o boato no acampamento pró Lula que a senadora agora quer ser condenada só para ficar na mesma cela do ” amigo”

  2. valdir bassai
    terça-feira, 1 de maio de 2018 – 0:26 hs

    Agora entendem porque o desespero da branquinha barbie em se fazer de vitima. Fazendo de tudo para os movimentos sociais fazerem agitos, visando assim desviar as atenções que virão ainda mais sobre ela.

    È greise tua hora chegando..

    Prisão será na ala feminina de pinhais, longe do nove dedos.

  3. CLOVIS PENA - Tudo mentira !
    terça-feira, 1 de maio de 2018 – 6:08 hs

    Quantos delatores já temos !
    Quantas provas já estão em poder da polícia, do ministério público e da justiça !
    Tudo mentira ! Tudo armação dos pelegos !
    .
    A oposição ao pt é muito incompetente. Mas muito incompetente mesmo.
    Será que pelo menos não se dão conta da importância de divulgar em todo o Brasil e especialmente no Nordeste, em linguagem popular, as verdades verdadeiras sobre o bando de corruptos que quebrou o País ?
    .

  4. veredito
    terça-feira, 1 de maio de 2018 – 7:25 hs

    Paulo Tadeu, se isso acontecer Lula então terá direito a encontros digamos íntimos com a Senadora, que diga-se de passagem em tempos de apenas candidata não era de se jogar fora. Agora não, está mais amassada do que pão francês m cadeia pública.

  5. Sergio
    terça-feira, 1 de maio de 2018 – 9:36 hs

    Mas o apelido dela era outro.
    Alias o grande Stédile deu uma entrevista dizendo
    que daria a b.. se o Lula fosse preso.
    Será que já estava se preparando para encontro intímos,
    para concorrer com a presidente do PT,

  6. terça-feira, 1 de maio de 2018 – 9:57 hs

    A CULPA EM PARTES, DESSE MODELO POLITICO PROSTITUÍDO VIGORAR ATÉ DIAS ATUAIS NO BRASIL, SEMPRE FOI DO ELEITOR BRASILEIRO.
    ATÉ PORQUE, SEM GRANA NO BRASIL NINGUÉM CHEGA AO PODER LEGISLATIVO!!!
    CHEGUEI A ESSA CONCLUSÃO APÓS TER ACESSO Á VÁRIAS PRESTAÇÕES DE CONTAS DE ALGUMAS FIGURINHAS CARIMBADA NO ESTADO DO PARANÁ.
    EXEMPLO: CANDIDATOS COM GASTOS DE; UM MILHÃO, DOIS MILHÕES, TRÊS MILHÕES ETC. ATÉ PORQUE ELEITORES PROSTITUTOS ESPERAM CHEGAR O PERIÔDO ELEITORAL PARA METER A FACA!!!

  7. terça-feira, 1 de maio de 2018 – 11:14 hs

    MEU DEUS DO CÉU,,,COMO TEM LADRÃO NESTE MEU AMADO BRASIL;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*