Os sindicatos dos jornalistas e a pelegagem recorrente | Fábio Campana

Os sindicatos dos jornalistas e a pelegagem recorrente

Que as filiais do PT disfarçadas de sindicatos ameaçam muita gente, isso todo mundo sabe. Mas os sindicatos dos jornalistas estão dando um show à parte. Menos de um mês depois de o Sindicato dos Jornalistas de São Paulo ter publicado uma nota estapafúrdia sobre a ameaça aos profissionais que tentam reportar o que acontece nos ‘movimentos sociais’ do país, agora chegou a vez do Sindicato dos Jornalistas do Rio Grande do Sul, que, na figura de seu presidente, Milton Simas Júnior, quis impedir equipe de reportagem da RIC de fazer cobertura no acampamento em frente à Polícia Federal.
O Sindicato dos Jornalistas do Paraná emitiu nota a dizer que tem o compromisso de ir “junto à Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj) cobrar esclarecimentos em relação ao ocorrido”.
“O ocorrido” está nas imagens, mais claro que o dia de hoje, e nas palavras de Simas Junior “Tô te avisando, que é pra preservar a tua integridade, o povo tá vindo todo aí”:


Um comentário

  1. HELENA
    terça-feira, 1 de maio de 2018 – 20:18 hs

    Não dá para acreditar que um vagabundo que se diz presidente de um sindicato de jornalistas fazer esse tipo de ameaça a outro jornalista. Ele não ganha para defender os seus filiados? Uai! Eles não estão defendendo a democracia? Não é assim que age um democrata! Só se for a “democracia” da esquerda…

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*