Os problemas 'domésticos' de Rosa Weber | Fábio Campana

Os problemas ‘domésticos’ de Rosa Weber

Radar,
Família da ministra se divide entre apoiadores e críticos de Lula
Rosa Weber entrará no plenário do Supremo logo mais na condição de fiel da balança do futuro de Lula. A bolsa de palpites está dividida sobre como ela votará, se contra ou a favor do habeas corpus pedido pelo ex-presidente.
Certo mesmo é que a ministra não conseguirá agradar a todos. Nem em sua família há unanimidade.
A filha de Rosa é fervorosa defensora de Lula. No Facebook, publica críticas aos adversários dos petistas e frases de apoio ao ex-presidente. “Estar do lado da democracia pra mim é muito claro: de um lado da trincheira o réu, escoltado nos braços do povo, versus o outro lado da trincheira, onde estão os juízes, escoltados pelos policiais militares e pela direita, parte de uma elite que está comprando bonecos infláveis em sites do MBL e não precisa nem sair de casa. Praticidade, capitalismo e desigualdade!”.
No Rio Grande do Sul, terra de Rosa Weber, o discurso pende para o outro extremo. Um irmão da ministra é filiado ao PP, partido que faz oposição ferrenha ao PT. Também no Facebook, ele dá mostras de que não engole Lula. Recentemente, ele compartilhou reportagens sobre o dia em que Lula chamou fazendeiros de caloteiros e notas oficiais de entidades em resposta à acusação.

(Foto: Carlos Moura/SCO/STF)


4 comentários

  1. RR
    quarta-feira, 4 de abril de 2018 – 13:15 hs

    Já deu pra perceber que a filha é um lixo,defende vagabundo condenado,boa coisa NÃO É.

  2. CG
    quarta-feira, 4 de abril de 2018 – 19:18 hs

    Lixo é quem não respeita a democracia do país, somos todos livres para apoiar quem quisermos, a ditadura acabou e não admitimos qualquer resticio dela.

  3. Maria
    sábado, 26 de outubro de 2019 – 9:57 hs

    Respeitar a democracia não é concordar que magistrados
    Defendam avidamente criminosos !

  4. Honesto
    domingo, 27 de outubro de 2019 – 9:17 hs

    Quem defende bandido é criminoso também!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*