Lava Jato: 4 anos, 14 partidos, 100 políticos | Fábio Campana

Lava Jato: 4 anos, 14 partidos, 100 políticos

Informa O Globo que em quatro anos, a Operação Lava-Jato já investigou mais de cem políticos, entre eles o presidente da República, ex-presidentes, ministros de Estado e caciques de partidos. Políticos de 14 legendas diferentes, de todos os espectros ideológicos, do PT ao PSDB, foram investigados e denunciados neste período. Os que têm direito a foro privilegiado, no entanto, escapam de pedidos de prisão.
As investigações também envolveram mais de 30 grandes empresários, entre eles donos das dez maiores empreiteiras do país; um expressivo número de lobistas, doleiros e operadores envolvidos na movimentação ilegal de dinheiro desviado da Petrobras e de outras áreas da administração pública.
Até agora foram 123 condenados, 953 mandados de busca e apreensão, 227 conduções coercitivas e R$ 11 bilhões recuperados.
Além de PT, PMDB e PSDB foram alvos da Lava-Jato políticos do PTC, PSB, SD, PR, PPS, PP, DEM, PC do B, PRB, PTB e PSD.


2 comentários

  1. Doutor Prolegômeno
    sexta-feira, 13 de abril de 2018 – 11:53 hs

    O tamanho do Estado brasileiro é a causa da corrupção. A corrupção em todo mundo é inversamente proporcional ao tamanho do Estado. Todos os poderes da república e seus anexos, como o MP, etc, além das estatais e seus badulaques são imensos, gigantescos e tem orçamentos enormes, consumindo recursos desproporcionais aos serviços que prestam à sociedade. Tratar das consequências da corrupção, enjaulando os corruptos é importante, mas, lavar as mãos e tapar os olhos sobre suas causas e sua origem é simplificar as coisas. Questões complexas tem soluções complexas. Tornar o Estado brasileiro mínimo é a solução para as causas da corrupção.

  2. Rapaz
    sexta-feira, 13 de abril de 2018 – 15:53 hs

    E os petebas só reclamam do molusco, só repetem o tar do “é gópi” e ficam chamando todo mundo e ilegítimo, seletivo, perseguidor e inquisidor. Mas vão ser cegos lá em Nárnia!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*