"Justiça que tarda é Justiça que falha" | Fábio Campana

“Justiça que tarda
é Justiça que falha”

“O princípio de presunção da inocência é uma garantia individual importante em todos os países, é importante também no sistema brasileiro. No entanto, apenas no Brasil o Judiciário vinha entendendo que só se pode executar uma sentença após quatro instâncias judiciais confirmarem uma condenação. Este exagero aniquila o sistema de Justiça exatamente porque uma Justiça que tarda é uma Justiça que falha”.
Raquel Dodge, procuradora-geral da República, hoje em sessão do Conselho Superior do Ministério Público, mandando recado ao Supremo.

(Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)


5 comentários

  1. terça-feira, 3 de abril de 2018 – 17:22 hs

    FOI A COISA MAIS ..VERDADEIRA QUE EU LI NOS ULTIMOS ANOS NO BRASIL….PARABÉNS………………….

  2. terça-feira, 3 de abril de 2018 – 19:44 hs

    Raquel Dodge, disse para o que ela veio,QParabens grande Brasileiro,muito trabalho para ela neste momento de decisão,nesta encruzilhada que nos encontramos!! Sucessos para a Senhora!!

  3. quarta-feira, 4 de abril de 2018 – 8:40 hs

    FALAR ISSO AGORA, DEPOIS QUE A ÁGUA ESTÁ BATENDO NA BUNDA É FÁCIL NÉ???
    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK!

  4. ESTAMOS DE OLHO
    quarta-feira, 4 de abril de 2018 – 9:03 hs

    CORRETO DONA RAQUEL,MAS VAI SERVIR
    FALAR ISSO AGORA,DESCULPA.

  5. eloy giraldi
    quarta-feira, 4 de abril de 2018 – 9:53 hs

    Perfeito, é bem assim!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*