Dodge enquadrando Gilmar | Fábio Campana

Dodge enquadrando Gilmar

Segundo a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, o inquérito estabelecido pelo ministro Gilmar Mendes para investigar o uso de algemas na transferência do ex-governador Sérgio Cabral deve ser arquivado por falta de previsão legal.
Dodge aponta várias irregularidades no inquérito estabelecido pelo ministro do STF, as mais gritantes: não é legal ou regimental a instauração de inquérito de ofício (sem requisição do Ministério Público), nem previsão de auto-designação como relator; não há competência criminal originária do STF para investigar o caso; e já existe um inquérito policial em tramitação na Polícia Federal instaurado para apuração dos mesmos fatos.

(Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)


7 comentários

  1. Doutor Prolegômeno
    quarta-feira, 18 de abril de 2018 – 13:58 hs

    N.B: Isso é opinião, palpite; não decisão.

  2. ieto
    quarta-feira, 18 de abril de 2018 – 14:25 hs

    Isso Ministra Raquel, põe ele no colo um pouquinho…kkkk

  3. Rogério
    quarta-feira, 18 de abril de 2018 – 14:26 hs

    E o tal ser supremo,querendo combater o abuso de autoridade e ele mesmo pratica o tal crime. Esse é o Brasil.

  4. Aristides tabo
    quarta-feira, 18 de abril de 2018 – 14:32 hs

    O Gilmar Mendes tem um xodó com os bandidos do Rio de Janeiro.Por que?

  5. quarta-feira, 18 de abril de 2018 – 15:02 hs

    isso Dodge, ferro no beiçola que tem que estudar mais um pouco !

  6. Daniel, o ateu atento
    quarta-feira, 18 de abril de 2018 – 16:07 hs

    Papo furado. Apenas uma opinião.

  7. Uncle Joe 100
    quarta-feira, 18 de abril de 2018 – 18:31 hs

    Das tantas vergonhas que o Brasil tem este cara é uma delas e, a cada dia de que passa mais nos envergonha.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*