Dinheiro pro patrão | Fábio Campana

Dinheiro pro patrão

Gleisi faz um sacrifício e participa da vaquinha do PT: “É difícil porque deputado e senador do PT são duros. Já contribuímos com 4 mil reais para o partido. Mas vamos ajudar, cada um dando 500 reais ou mil reais, já é uma boa colaboração”.

(Foto: Reprodução/Facebook)

 

 


6 comentários

  1. Rapaz
    quinta-feira, 12 de abril de 2018 – 11:43 hs

    PQP! R$ 4.500,00 do NOSSO BOLSO pra ficar sustentando petê e petralhas? Cadê o MPF agora?

  2. tadeu rocha
    quinta-feira, 12 de abril de 2018 – 12:45 hs

    patrão dela, como povo esta sofrendo, na PF, ninguem faz nada, prefeito quem mora lá sao curitibano, lá só da paulista algumas cidades .ajude esse povo prefeito,

  3. Jaferrer
    quinta-feira, 12 de abril de 2018 – 13:04 hs

    Cambada de hipócritas! O partido é rico e os corruPTos encherão as burras de dinheiro, Bando de desocupados, e o que é pior, estão financiando parte desse circo com dinheiro público.

  4. Gilmar
    quinta-feira, 12 de abril de 2018 – 13:59 hs

    ESTA RECLAMANDO DO QUE NEM TRABALHA E GANHA UM MONTE DE DINHEIRO ALEM DAS NOTAS REEMBOSAVEIS .

  5. B. Russel
    quinta-feira, 12 de abril de 2018 – 14:54 hs

    Tem gente querendo faturar nas costas do prisioneiro. Ora, ora, só na conta da empresa de “conferências” havia R$ 27 milhões. Em outra conta foram encontrados R$ 10 milhões. Filhos e noras faturam bem. Okamoto, o caixa histórico de Lula, está com a caneta cheia. Imagina tomar 500 reais de um deputado do PT, seria o mesmo que condenar o representante do povo à indigência, embora possam ser compensados pelo Bolsa Família. Dá três refeições diárias, foi o que garantiu nos tempos de poder e gigolô de pobre, hoje presidiário. Se as contas do criminoso estáo bloqueados, quem vai receber o dinheiro, que vai rodar a sacolinha…

  6. Jair Pedro
    quinta-feira, 12 de abril de 2018 – 15:07 hs

    Quero contribuir com o pedido da Gleise Luladrão Hoffmann.
    Só tenho uma dúvida.
    Vou doar R$ 0,01 e se posso deduzir no imposto de renda.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*