Demissão de servidores por ilegalidades é recorde | Fábio Campana

Demissão de servidores por ilegalidades é recorde

A Coluna do Estadão teve acesso a uma lista da Controladoria-geral da União e descobriu que o número de servidores demitidos pelo governo federal neste ano por irregularidades bateu recorde No primeiro trimestre do ano foram expulsos 142 funcionários públicos, recorde da série histórica iniciada em 2003. Casos de corrupção são o principal motivo de desligamentos e cassações de aposentadoria no período.
Foram demitidas do serviço público 89 pessoas (63% do total) por usarem os cargos para proveito pessoal, receber propinas ou causar prejuízo aos cofres públicos.
Somente em março, 72 servidores foram expulsos. O número é quase o dobro da quantidade de penalidades registradas na comparação com o mesmo período de 2017. Em todos os casos, as condutas irregulares ficaram comprovadas após Processo Administrativo Disciplinar.


2 comentários

  1. sexta-feira, 20 de abril de 2018 – 10:54 hs

    o exemplo vem de cima !

  2. Uncle Joe 100
    sexta-feira, 20 de abril de 2018 – 17:18 hs

    A lista da CGU se refere somente a servidores concursados, mas ainda há milhares de Cargos Comissionados talvez até piores do que estes demitidos, merecendo igual destino. Mas se formos demitir todos estes Cargos Comissionados corre-se o risco de não ficar nenhum, aí as secretarias e as diretorias dos ministérios, estatais e autarquias ficam sem ninguém.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*