Cida recebe APP-Sindicato | Fábio Campana

Cida recebe APP-Sindicato

A governadora Cida Borghetti recebeu nesta quarta-feira (11), representantes da APP-Sindicato e reafirmou a disposição do Estado para a construção conjunta de soluções para as demandas da rede pública de ensino e para o debate com as entidades sindicais. “É o momento de reforçar o diálogo, de discutir cada assunto com responsabilidade legal e transparência para a tomada de decisões”, disse.

Cida disse que a educação é o melhor instrumento para transformar as pessoas e que tem como meta de gestão oferecer as condições necessárias para que estudantes e profissionais da rede pública tenham as melhores condições de aprender e ensinar. Para ela, o Paraná pode ser uma referência nacional em educação. “O saber nunca se perde. É um instrumento de transformação que ninguém tira”, declarou.

Na reunião, Cida apresentou a nova secretária da Educação, professora Lúcia Cortez que assumiu o cargo nesta terça-feira (10). Ela destacou que será criada uma agenda positiva para discussão das demandas da classe e de assuntos pontuais das escolas. “A educação é muito particular, são mais de um milhão de alunos e 100 mil servidores envolvidos. Temos que tratar com muito respeito e harmonia, aparando as arestas para se chegar a um denominador comum”, disse.

A secretária da Educação agendou novo encontro com os representantes do magistério para a próxima terça-feira (17), para discutir a pauta da categoria. Na avaliação do presidente do sindicato, Hermes Leão, a primeira reunião foi positiva. “A governadora foi bastante receptiva para retomar os itens da pauta que já debatemos anteriormente. O sindicato reafirma a disposição de diálogo para o próximo período”, afirmou.


33 comentários

  1. Uncle Joe 100
    quarta-feira, 11 de abril de 2018 – 18:25 hs

    O que a dona Cida está fazendo não passa do mais puro jogo de cena, e a canalha do sindicato pelego dos professores também, porque agora é tocar o barco até o fim do ano. E a demagogia barata vai rolar até lá, de tudo quanto é parte e de tudo quanto é lado.

  2. marco Prof.
    quarta-feira, 11 de abril de 2018 – 19:05 hs

    Queremos a nossa reposição salarial referentes referentes aos anos de 2017 – 2018 – 2019, ( Que por lei é obrigação do Governo) que essa praga de Beto Richa nos negou. Do contrário esta conversa é só para constar, não interessa para a classe.
    É só para aparecer na mídia e fazer média com o Professores . Não acreditamos mais nestes encontros e falsas promessas, só queremos o que é nosso por direito.

  3. marco Prof.
    quarta-feira, 11 de abril de 2018 – 19:07 hs

    BETO RICHA E AGREGADOS – NUNCA MAIS, CONSEGUIRAM ACABAR COM A EDUCAÇÃO NO PARANÁ.

  4. Professor
    quarta-feira, 11 de abril de 2018 – 19:54 hs

    Parabéns Cida, acreditamos que você nos ajudará a recuperar tudo que perdemos!

  5. Rogério
    quarta-feira, 11 de abril de 2018 – 19:58 hs

    Parabéns pela iniciativa governadora!!

  6. Professora Cida de Maringá
    quarta-feira, 11 de abril de 2018 – 20:05 hs

    Espero mesmo que a agenda seja positiva! Obrigado governadora por se dispor a debater nossa pauta!

  7. Gilberto
    quarta-feira, 11 de abril de 2018 – 20:11 hs

    Quer ser amigo dos professores de a reposição a nós?

  8. quarta-feira, 11 de abril de 2018 – 20:20 hs

    É isso Cida, não vamos deixar o Requião voltar, e o Mamona quando foi governador entrou na Justiça contra o PISO SALARIAL dos professores. A Categoria já se esqueceu mas eu não porque meu pai e minha irmão são Professores, Requião não me engana!

  9. Regina Silva
    quarta-feira, 11 de abril de 2018 – 20:20 hs

    Pelo menos ela recebeu nossa categoria. Governadora e nosso PDE? Por favor libere o edital…

  10. Sueli Gonçalves
    quarta-feira, 11 de abril de 2018 – 20:24 hs

    Nós de Cascavel também esperamos liberação do PDE, afinal 3 anos sem o PDE. Governadora faça cumprir a Lei 130/2010 do PDE…

  11. Professor Carlos
    quarta-feira, 11 de abril de 2018 – 20:27 hs

    Além do PDE, tinha que voltar nossas HA’s….parabéns pela iniciativa

  12. SERVIDORA
    quarta-feira, 11 de abril de 2018 – 20:31 hs

    GRAÇAS À DEUS EXONEROU AQUELA ANA SERES QUE SÓ FICOU CONTRA NOSSA CATEGORIA…VOLTA O PDE, AFINAL É LEI!!!!

  13. quarta-feira, 11 de abril de 2018 – 21:01 hs

    Parabéns governadora, pela demonstração de respeito com os paranaenses, mas não se esqueça de falar para os professores que eles devem ir para as escolas e ensinar as crianças, não ir e matar tempo como são acostumado,só vamos ter educação de qualidade quando os professores mudarem a postura em sala de aula.

  14. antonio ricardo palma
    quarta-feira, 11 de abril de 2018 – 21:13 hs

    Não duvida Marcos ,pois LULA conseguiu falir o BRASIL.

  15. Parreiras Rodrigues
    quarta-feira, 11 de abril de 2018 – 21:54 hs

    Quem escreve o nome com minúscula e a profissão com maiúscula, dá bem a ideia de a quantas anda a qualidade do Ensiino no Paraná.

    Dona Cida: Com o que menos a APP – PT se importa é com a qualidade do Ensino. Existe para fazer proselitismo político da caterva do presidiário.

  16. Daniel, o ateu atento
    quarta-feira, 11 de abril de 2018 – 22:32 hs

    Acho estranho que um professor ligue destruição da educação com o seu salário apenas, como fez este professor que comentou mais acima.
    E eu pensava que educação fosse bem mais do que isso.
    Acho que sou ingênuo!

  17. Julio zumuda
    quarta-feira, 11 de abril de 2018 – 22:57 hs

    Não perca tempo com estes inúteis que recebem se trabalhar.
    A educação Paraná é um desastre

  18. Lucas
    quarta-feira, 11 de abril de 2018 – 23:14 hs

    Tudo que vem com “sindicato” não presta.
    Esse em específico conseguiu fazer até a classe dos professores perderem credibilidade e apoio social, algo impensável. Utilizam da nobre classificação da classe p/ defender bandeiras podres e repugnantes.
    Triste que a maioria dos professores se deixou influenciar, a qualidade dos professores está um desespero, é o resultado desse sindicato.

  19. Fabiano
    quinta-feira, 12 de abril de 2018 – 7:25 hs

    Esperanças surgem! Espero que a governadora retomem os programas como o PDE mesmo, precisamos ser valorizados! Já foi um passo acolher a App para reunião, esperanças ….se retomar, tem meu voto!

  20. Roberto Oliveira
    quinta-feira, 12 de abril de 2018 – 8:11 hs

    Quando será que os professores da rede pública estadual devolverão aos alunos o aprendizado que eles realmente merecem? Sem pregação de esquerda ou mesmo de direita? Hoje, o que é visível é que eles “lutam” apenas para melhores os seus bons salários. Não me recordo de professor fazendo greve por interesse dos alunos…

  21. quinta-feira, 12 de abril de 2018 – 9:44 hs

    PORQUE SINDICALISTAS PROSTITUTOS NÃO TEM IDEOLOGIA???

  22. Do Interior...
    quinta-feira, 12 de abril de 2018 – 9:52 hs

    Enquanto os professores estiverem representado pelo partido APP-PT não terão credibilidade. São socialistas-comunistas que só pensam no condenado ladrão LuLLa.

    Professores perderam a moral faz muito tempo quando se tornaram ideológicos esquerdóides (pelo menos a maioria). Podem fazer uma enquete com a população. Verão que estão distanciados da sociedade, das famílias e dos pais.

    Acordem professores. Mostrem serviço e peçam aumento. Não o contrário. É assim em todas as empresas.

    Saiam desta ideologia falida de esquerda que é o atraso do Brasil e de qualquer nação. Isso não deu certo em lugar algum.

  23. Jose
    quinta-feira, 12 de abril de 2018 – 10:32 hs

    parabens ao comentário do DO INTERIOR.

  24. Jose
    quinta-feira, 12 de abril de 2018 – 10:35 hs

    governadora, sente para dialogar com os professores e não com a APT, essa corja que só quer viver as custas dos professores, onde eles passam só estragam, no Estado do Paraná, só os pelegos do pt, gostam desses vagabundos.
    Faça reuniões com grupos de professores por regiões, que não estão ligados a APT.

  25. Rapaz
    quinta-feira, 12 de abril de 2018 – 10:39 hs

    A coxinha vermelha da Marlei tomou bala de borracha na coxa gorda não foi? Receber esses agitadores que só pensam em melhorias nos seus salários não é discutir melhorias na educação. Cuidado com essa “categoria”… Deviam indexar a melhoria do IDEB ao aumento salarial. Senão vai ficar pra sempre essa lengalenga de greve.

  26. quinta-feira, 12 de abril de 2018 – 11:10 hs

    Momento importante para a sociedade discutir a melhoria na educação do país, a sociedade deve ficar consciente das atrocidades que acontece em escola do Paraná: Protecionismo por parte dos gestores de escola,gestores eleitos por interesse de pequenos grupos, horas atividade que tantos querem que uma grande maioria não faz,professores que assinam o ponto adiantado para faltar o dia seguinte, professores que só assinam o ponto no final do mês quando a secretária da escola pede para assinar,curso de formação com duração de 8 horas feito em 5 horas e meia. É governadora lutar com este categoria não vai ser fácil. Boa sorte.

  27. Eli Schiming Lima
    quinta-feira, 12 de abril de 2018 – 13:01 hs

    Bastou a vice do Beto mostrar os dentes, que têm professores se arrastando pra ela. Se ela reajustar nossos salários não faz mais que obrigação…

  28. Professora de Foz
    quinta-feira, 12 de abril de 2018 – 13:53 hs

    Eu realmente espero, que ela retome o PDE, afinal, sem reajuste devemos ter progressões, mas, como progredir sem o PDE? Contamos com você Cida!!

  29. agropec
    quinta-feira, 12 de abril de 2018 – 15:02 hs

    * Todo o Funcionalismo do Poder Executivo está com os mesmos salários desde jan.2016 !

    * A reposição salarial necessária para repor as perdas salariais de 2016 e 2017, é de 10,52%.

    * Se contamos até abril de 2018 (data base: maio) dá quase 12% !

    * Os valores atuais das tabelas salariais do QPPE, iniciais para ingresso nas 3 carreiras (Lei PR n° 18.493, 24/6/2015), são: (AA- iº grau: Classe III-1 – R$ 1.015,91; AE – 2º grau: Classe III-1 – R$ 1.523,85; AP – 3º grau: Classe III-1 – R$ 3.657,27.

  30. Professor X
    quinta-feira, 12 de abril de 2018 – 15:11 hs

    Independente de partido todos os servidores devem ser valorizados, e, no segundo mandato do Richa foram tirados muitos direitos nossos (garantidos por Lei) e, espero que a Cida, agora governadora, nos ajude a conquistá-los de volta. Tenho doutorado e, em três anos sem o PDE, não tive mínimo de reconhecimento. O PDE é lei, e o Richa nos deixou (até 2018) três anos sem liberar o edital. Tenho esperanças que, agora possa mudar!

  31. Professora DE VERDADE
    quinta-feira, 12 de abril de 2018 – 15:28 hs

    A Marlei era vermelha mas agora pode ser chamada de coxinha. Coxinha vermelha! Essa fessôra achou que invadir a Polícia Federal era a mesma moleza que ocupar a Casa do Povo ou o Colégio Estadual com suas marionetes. Tomou um balaço de borracha nas coxa! Rindo até 2030 dessa militonta! Diprôma de baderneira. Depois quer ir nos palácios ser recebida como se digna fosse. A Cida não é trouxa, mosca se pega é com mel.

  32. marco Prof.
    terça-feira, 17 de abril de 2018 – 12:26 hs

    Quem parabenizou a atitude da APP e esta Governadora, esta aí o resultado 2019 sem reajuste também, parabéns aos trouxas

  33. João
    sexta-feira, 29 de junho de 2018 – 17:43 hs

    De uns 28 anos pra cá a educação vem caindo muito de produção, mas de uns 16 anos, a coisa desandou mesmo; e não é por causa de salário porque na década de 90 o salario era bem pior, a questão mesmo é ideológica, professores se preocupando em ideologizar ao invés de ensinar, para muitos deles, ensinar é o de menos, o que importa é criar massa de manobra para pregar o socialismo, querem mesmo é acabar com tudo, a esperança, a família, a religião, o direito a propriedade, mas enquanto isso querem aumento para comprar carros novos, mais apartamentos para alugar e deixar para os filhos, num sinal de hipocrisia, prega comunismo para os outros mas quer tirar proveito do capitalismo; existem muitos professores realmente interessados, mas a maioria não está nem ai.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*