Cida convoca reunião de integração das forças de segurança do Paraná | Fábio Campana

Cida convoca reunião de integração das forças de segurança do Paraná

A governadora do Paraná, Cida Borghetti, reúne na segunda-feira (30), no Palácio Iguaçu, representantes de diversos órgãos do setor de segurança pública. Será a primeira reunião de integração das forças de segurança do Estado do Paraná. O encontro terá a participação da Secretaria da Segurança Pública, Polícia Militar, Polícia Civil, Polícia Federal, Departamento Penitenciário, Polícia Rodoviária Federal, Tribunal de Justiça, Ministério Público Ordem dos Advogados do Brasil, Guarda Municipal, Sindicatos e outras entidades do setor.

A reunião será às 9h30, no Gabinete de Gestão e Informações (GGI), segundo andar do Palácio Iguaçu.


2 comentários

  1. Parreiras Rodrigues
    sábado, 28 de abril de 2018 – 6:19 hs

    As outras “entidades do setor” incluem os conselhos comunitários de segurança, os Consegs?

  2. Olmir
    sábado, 28 de abril de 2018 – 11:27 hs

    O estado esta precisando de muito mais ação na segurança pública, são diversas as razões, em especial o atual momento do nosso país, da segurança, economia, desemprego,… Diversa cidades do estado em especial as da região metropolitanas e diversas pontualidades do norte, centro, e do oeste, a criminalidade de toda ordem e sorte “imperam”, diariamente, assassinatos,….crimes….
    Qual a receita e ou ideal para solucionar esses e outros problemas da maior gravidade, as autoridades possuem o mapa e conhecem as soluções. Se lhes faltam equipamento, possuem os recursos para compras as dezenas de milhares de veículos, motos, kits de equipamentos, por onde começar eles sabem e possuem pessoal hábil treinado e capacitados, mas se começarem por abordagens, barreiras, averiguações, revistas, investigações, geral para todo o estado, mais rápidamente, e o custo será bem menor para os contribuintes, para os pagadores da gigantesca carga tributária, de impostos, do nosso estado e do país.
    Estamos crendo na boa fé, nas melhores intenções da governadora, llhes da voto de boa fé, a favor da ordem e da lei, de respeito a nossa constituição, dos diretos dos cidadãos de bem.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*