Catador de recicláveis faz história e assume cadeira de vereador preso | Fábio Campana

Catador de recicláveis faz história e assume cadeira de vereador preso

Um catador de recicláveis entrou para a história e assumiu uma cadeira no legislativo da Câmara Municipal de Araucária, na região metropolitana de Curitiba, na manhã desta terça-feira (24). Aparecido Ramos Estevão, o Aparecido da Reciclagem (PDT), teve 813 votos e foi oficializado como vereador do município, após campanha de 2016. As informações são da Banda B.

O trabalhador era suplente do vereador Vanderlei Francisco de Oliveira (DEM), o Vanderlei Cabeleireiro, preso pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), no início desse mês, na operação Sinecuras. Dias após, o vereador preso foi posto em liberdade, por meio de um habeas corpus, no entanto, está impedido de voltar à Câmara pela denúncia do Ministério Público (MPPR).

Com isso, por meio de uma coligação partidária, o próximo na sucessão é Aparecido da Reciclagem. “Eu fiquei surpreso com isso que está acontecendo na minha vida, agradeço muito a Deus e aos meus eleitores. Minha representação aqui na Câmara vai ser para todos”, disse, em entrevista à Banda B.

Essa foi a primeira vez que o trabalhador de recicláveis se candidatou a uma eleição. Segundo ele, as regiões mais frequentadas foram os bairros Califórnia, Jardim Industrial, Capela Velha e o Centro, onde ia justamente para percorrer com o número eleitoral.

“Minha campanha foi feita com um carrinho de catar papel, faço isso há dez anos e, então, resolvi entrar na política na humildade, fazendo o que sempre fiz. Andei pela cidade toda puxando o carrinho e pedindo voto aos amigos”, lembrou Aparecido.

A sessão de posse aconteceu às 9 horas na Câmara Municipal e contou com a presença de amigos e familiares do atual vereador. Antes de trabalhar com recicláveis, Aparecido foi ajudante de pedreiro durante décadas. Ele é casado e pai de seis filhos, entre 17 e 24 anos.


4 comentários

  1. quarta-feira, 25 de abril de 2018 – 8:44 hs

    JÁ PROVOU QUE NÃO PRECISA ROUBAR, QUE SABE AGORA ÁS FAMÍLIAS SANGUESSUGAS DO DINHEIRO PÚBLICO APRENDA UM POUQUINHO NÉ???

  2. quarta-feira, 25 de abril de 2018 – 12:46 hs

    MAS ELE ENTENDE DE LEGISLATURA????..EU ACHO QUE DEVERIA TER UMA LEI QUE O CANDIDATO NO MINIMO TENHA UM CONHECIMENTO DAS LEIS

  3. VALDECIR BOMFIMBERNARDO
    quarta-feira, 25 de abril de 2018 – 23:25 hs

    Ibiporã -PR também já teve um catador de papelão eleito vereador, aliás foi o mais votado……

  4. veredito
    quinta-feira, 26 de abril de 2018 – 6:48 hs

    E os documentos exigidos por lei, um calhamaço de certidões, será que ele tem, ou conseguirá?A lei é para todos, de ex-presidente até catador de papel.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*