Cartilha contra fake news | Fábio Campana

Cartilha contra fake news


Ratinho Júnior apresentou hoje no plenário da Assembleia uma cartilha para combater fake news. O material tem linguagem bem didática e dá dicas de como identificar e combater notícias falsas.
“A busca pela verdade não é tarefa exclusiva dos veículos de comunicação. Somos todos responsáveis pela manutenção do verdadeiro, do legítimo e pela luta contra a propagação das mentiras e boatos sustentados nesse novo modelo que recebeu o pomposo título de fake news mas que é a velha mentira com nova roupagem, agora ancorada no universo das redes sociais”.
Ratinho lembrou que essa é uma preocupação que está dominando o debate sobre as próximas eleições, citando a fala do ministro Luiz Fux sobre o assunto e como o TSE montou um comitê, com participação da Polícia Federal, do Ministério Público e da Agência Brasileira de Inteligência para impedir a proliferação de notícias falsas.
Pesquisa feita a pedido da revista VEJA mostrou que 83% dos entrevistados temem compartilhar notícias falsas em suas redes sociais e grupos de WhatsApp. “Com a discussão desse tema de forma ampla e o lançamento da cartilha, espero contribuir para uma eleição mais limpa, onde prevaleçam as propostas e as boas ideias”, finalizou Ratinho Júnior.


6 comentários

  1. Jesiel Julio da Silva
    terça-feira, 24 de abril de 2018 – 16:57 hs

    Parabéns pela iniciativa Ratinho; nesta eleição, mais do que nunca, as famosas ´´fake news“ serão muito utilizadas, todo cuidado é pouco! Estamos juntos por um novo Paraná!

  2. Fernando10
    quarta-feira, 25 de abril de 2018 – 6:36 hs

    Se o Ratinho quer mesmo “diminuir o custo do estado” deveria começar entregando seus cargos comissionados, cujos ocupantes estão trabalhando a todo vapor na sua campanha e não prestam nenhum serviços aos contribuintes.

  3. quarta-feira, 25 de abril de 2018 – 9:34 hs

    Fernando10, DENTRO DE UMA REPÚBLICA PROSTITUTA, TEM ESPAÇO PARA TODO TIPOS DE SERES!!!

  4. Luciana Marcondes
    quarta-feira, 25 de abril de 2018 – 10:09 hs

    Quem escreveu esta cartilha? Foi algum estudioso ou especialista em mídias sociais? É importante saber a procedência. Ou o pré-candidato ao governo tem qualificação na área e curso superior de Comunicação Social? É cada um querendo surfar em profissão que não tem qualificação. Ou poderia mostrar o diploma. Hoje em dia é todo mundo especialista, cientista político, jornalista e crítico nas redes sociais…

  5. Lucas Emanoel
    quarta-feira, 25 de abril de 2018 – 10:15 hs

    Bem que o Sindicato dos Jornalistas do Paraná poderia avaliar esta cartilha para observar se é realmente útil ou é somente uma forma de criar fato para adquirir espaço na mídia. A fake news é um assunto sério que deve ser combatida e tratada por profissionais qualificados.

  6. Fernando10
    quarta-feira, 25 de abril de 2018 – 11:34 hs

    Você esta certo Beto Fuscão, quem tem telhado de vidro não pode jogar pedra no vizinho, ou seja, na Cida.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*