Gilmar nega pedido de HC coletivo contra prisão após 2ª instância | Fábio Campana

Gilmar nega pedido de HC coletivo contra prisão após 2ª instância

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), negou na noite desta segunda-feira, 19, o habeas corpus coletivo apresentado por uma associação de advogados do Ceará. O ministro julgou incabível o pedido de libertação de todos os condenados em segunda instância e os que estão perto de serem presos.

O entendimento é que não é possível conceder um benefício sem fazer uma consideração sobre o caso específico. O ministro entende que há presos que, pela gravidade dos atos, não poderiam receber uma decisão que lhes permitissem responder em liberdade. As informações são do Estadão.


4 comentários

  1. Palpiteiro
    segunda-feira, 19 de março de 2018 – 22:07 hs

    É evidente que seria assim. Só as marias loucas histéricas da imprensa troglodita acreditavam em outro desfecho. Nosso mundo de hoje é dominado por alucinados e histéricos, cafungadores e chibabeiros.

  2. BOTAFOGO PRESIDENTE.
    terça-feira, 20 de março de 2018 – 6:48 hs

    Peincipalmente TUCANOS esses sim merecem o perdãp hahahahaha;

  3. SERGIO
    terça-feira, 20 de março de 2018 – 8:39 hs

    Taí uma boa surpresa.

    Este Gilmar é estranho mesmo.

  4. ESTAMOS DE OLHO
    terça-feira, 20 de março de 2018 – 9:22 hs

    NAO PODERIA AGIR DIFERENTE ,TEM QUE SER ASSIM
    MESMO,QUEM QUE NAO NOTA QUE ERA PARA FAVORECER
    O LULARAPIO,E QUE A MINISTRA CARMEM LUCIA SEJA FIRME
    E NAO PAUTE O ENTENDIMENTO QUE JA FOI CONCLUIDO
    A 2 ANOS,MANTENHA A MESMO ENTENDIMENTO E PONTO.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*