Requião recebeu R$ 500 mil de matriarca do Grupo investigado na Operação Skala | Fábio Campana

Requião recebeu R$ 500 mil de matriarca do Grupo investigado na Operação Skala

Zuleika Borges Torrealba,investigada na Operação Skala deflagrada pela Polícia Federal nesta quinta-feira, 29, doou R$ 500 mil à campanha de Roberto Requião (MDB) em 2014 quando o emedebista disputou o Palácio Iguaçu e perdeu para o governador Beto Richa (PSDB). O dinheiro chegou a Requião através de uma cheque repassado pela direção nacional do PMDB.

A operação da PF faz parte das medidas solicitadas pela procuradora-geral da República, Raquel Dodge – autorizada pelo ministro Luís Roberto Barroso do STF – para coletar provas para o inquérito que investiga se o presidente Michel Temer editou um decreto a fim de favorecer empresas portuárias em troca de propina. O Grupo Libra, da família Torrealba e da qual Zuleika é a matriarca, é a principal operada portuária do país e suas doações ultrapassam a R$ 2 milhões ao PMDB.

Mas, não é só está doação que mancha a tentativa de Requião de ser vestal da moralidade pública. Na mesma campanha, Requião recebeu R$ 2,4 bilhões da JBS através também do diretório nacional do partido, Joesley Batista, dono da JBS, reiterou em delação que propinas repassadas nas campanhas eram disfarçadas de doações eleitorais.

Ainda em 2014, Requião recebeu mais R$ 1 milhão da BTG Pactual e outros R$ 500 mil da OAS – o banco e a empreiteira também estão envolvidos nos escândalos investigados pela Operação Lava Jato. No total, Requião pode ter recebido R$ 4,4 milhões de dinheiro suspeito dos R$ 10,2 milhões arrecadados por sua campanha em 2014, ou seja, 43,1% do dinheiro recebido por Requião por ter sido de origem ilícita.


6 comentários

  1. troll
    domingo, 1 de abril de 2018 – 7:38 hs

    Tadinho do probo!
    Afinal o dinheiro foi repassado pela direção nacional do PMDB.
    Com certeza ele achou que foi arrecadado via sorteio de balas Zequinha….

  2. domingo, 1 de abril de 2018 – 9:05 hs

    PELO FIM DO VOTO OBRIGATÓRIO NO BRASIL JÁ!!!
    CHEGA DE MANTER FAMÍLIAS PROSTITUTAS COM PODERES.

  3. AMARANTE MELLO REGO
    domingo, 1 de abril de 2018 – 18:12 hs

    Dinheiro repassado pelo partido,não foi recebido em malas na porta de super mercado nem dinheiro não contabilizado dos pedágios,

  4. Arlindo Orlando
    segunda-feira, 2 de abril de 2018 – 13:59 hs

    Será que o Requião nomeou Ogarito Linhares na Secretaria de Portos para cuidar dos seus interesses!!
    Ogarito foi diretor do porto de Paranaguá na gestão da Vovó Nana..

    http://www.bemparana.com.br/tupan/temer-pretende-reavaliar-manutencao-de-cargos-indicados-por-geddel-ao-seu-governo/

  5. Olho Vivo
    segunda-feira, 2 de abril de 2018 – 14:52 hs

    Aliás Amarante, receber propina de pedágio é algo comum para o arauto da honestidade, já que via Marcelo ele recebeu muita grana nas suas campanhas. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  6. PROFE VIVI
    segunda-feira, 2 de abril de 2018 – 14:55 hs

    Este velho gagá nunca me enganou, já que nunca votei nesse tranqueira. Tenho colegas professoras que amam o Requião, mas só o amam porque foram beneficiadas por ele, pois fazer moral com servidor público usando dinheiro do povo é facil, já que não sai do bolso dele nem da sua família. Minha alegria será ver este sem vergonha não se reeleger senador e enterrar de vez sua CARREIRA política.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*