Presidente da EBC terá que explicar cobertura do caso Marielle | Fábio Campana

Presidente da EBC terá que explicar cobertura do caso Marielle

Uma comissão externa da Câmara criada para acompanhar o desenrolar das investigações sobre a execução de Marielle Franco, e de seu motorista, Anderson Gomes exigirá que o diretor-presidente da Empresa Brasil de Comunicação, Laerte Rímoli, explique os pedidos de restrição na cobertura do caso feitos nos últimos dias. Dois chefes de reportagem enviaram aos subordinados ordens expressas para que fosse reduzido o noticiário sobre os assassinatos.
A EBC, é empresa pública, criada em 2007, para gerir as emissoras de rádio e televisão públicas federais.

(Foto: Reprodução/Congresso em Foco)


5 comentários

  1. Valdir bassai
    quinta-feira, 22 de março de 2018 – 12:57 hs

    Chega de desse caso agora é com a polícia. Tem muita gente morrendo na rua, nos hospitais, policiais e só se fala nesse crime. Todos os crimes são inaceitáveis. Mataram um juiz em ponta grossa. Mataram idosos nos hospitais por falta de recursos materiais e ninguém da tanta enfase a isso.

  2. quinta-feira, 22 de março de 2018 – 13:10 hs

    ISSO QUE DÁ, DAR PODERES PARA SACOS DE BOSTA COM CRACHÁ!!!

  3. Doutor Prolegômeno
    quinta-feira, 22 de março de 2018 – 13:28 hs

    Criaram um soviete das comunicações para censurar e controlar as notícias que deve ser dadas e as que não devem ser dadas. É o Brasil descendo a ladeira para o brejo.

  4. Daniel, o ateu atento
    quinta-feira, 22 de março de 2018 – 16:09 hs

    O que é isso? Sovietização?

  5. Daniel, o ateu atento
    quinta-feira, 22 de março de 2018 – 16:43 hs

    Agora a censura nos diz que notícias devemos ver e quais não. Até tempos atrás, ditava apenas o tom como as notícias deveriam ser mostradas…
    Aquele episódio do William Waack foi um aviso do que virá ainda pela frente…

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*