Doce castigo | Fábio Campana

Doce castigo

do Boechat

Um dos mega corruptos da Petrobras, Paulo Roberto Costa, ex-diretor de Abastecimento da estatal, já pode deixar o Brasil. Dono de dupla cidadania (também é português), que se apropriou de R$ 70 milhões e ajudou a desviar outros R$ 300 milhões, recuperou o passaporte confiscado em 2014 pelo juiz Sergio Moro. Costa passou apenas seis meses na cadeia… Gente como ele agradece a Deus, todos os dias, não ter nascido na China.


3 comentários

  1. Luiz Antônio Sonalio
    sábado, 24 de março de 2018 – 9:06 hs

    Meu Deus! Que país é este

  2. Neto
    sábado, 24 de março de 2018 – 19:59 hs

    E também agradece ter um juiz como o da 13 Vara, que concedeu benefícios excelentes.

  3. segunda-feira, 26 de março de 2018 – 15:28 hs

    …aliaz, Lula, Ze-dirceu como Paulo Robrto Costa devem agradecer muito não terem nascido na China. Que o diga CELSO DANIEL

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*