Dias Toffoli blindou escritórios de advocacia de investigação do TCU | Fábio Campana

Dias Toffoli blindou escritórios de advocacia de investigação do TCU

Em 31 de outubro de 2017, a OAB-RJ entrou no STF com um mandado de segurança para impedir que o TCU investigasse os escritórios de advocacia beneficiados por Orlando Diniz, preso na Operação Jabuti.

A apuração do TCU ocorre paralelamente à investigação da Lava Jato.

Na ausência de Ricardo Lewandowski, relator do caso, a liminar foi deferida por Dias Toffoli, que mandou suspender julgamento do TCU até que o STF se manifeste sobre o que a OAB chama de “violação de prerrogativas da advocacia”.


Um comentário

  1. sexta-feira, 16 de março de 2018 – 16:35 hs

    Exatamente o que eu estava procurando, obrigada!!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*