'Não sou presa da Lava Jato, mas gostaria que o Sr. me concedesse um HC' | Fábio Campana

‘Não sou presa da Lava Jato, mas gostaria que o Sr. me concedesse um HC’

Estadão,

Gilmar Mendes tem sido o destinatário de cartas de uma detenta que pede a ele um habeas corpus. Condenada por tráfico de drogas e sem recursos para pagar um advogado, Rosa Maria da Conceição apela a Gilmar em uma das cartas: “Não sou uma presa importante da Lava Jato, mas gostaria muito que o senhor me concedesse um HC”. Ela afirma que assiste a “todas as entrevistas” do ministro pela televisão. “O senhor é um homem muito justo (…) Sei que sou uma presa sem nenhuma importância, mas peço ao senhor uma oportunidade de sair e cuidar dos meus filhos”.
A carta, redigida de próprio punho em uma folha de caderno, chegou ao Supremo no dia 10 deste mês. A mensagem, que partiu da Cela 4, Bloco III, Ala C do presídio feminino de Brasília, foi enviada em 6 de janeiro. Uma correspondência anterior de Rosa Maria, com o mesmo pedido ao ministro, é datada de agosto do ano passado.
Apesar da insistência para que suas demandas por liberdade cheguem ao gabinete de Gilmar, os pedidos ficaram sob relatoria da presidente da Corte, Cármen Lúcia. A ministra negou seguimento aos recursos e mandou a Defensoria Pública auxiliá-la em sua defesa.

Rosa Maria foi presa em julho de 2012 e cumpre pena de 12 anos e 10 meses em regime fechado. Segundo a detenta relata na carta a Gilmar, sua progressão de pena deve ocorrer em maio deste ano.


7 comentários

  1. sexta-feira, 23 de fevereiro de 2018 – 10:20 hs

    CHORAR FAZ PARTE DO JOGO!!!
    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK!

  2. Freddy Kruger
    sexta-feira, 23 de fevereiro de 2018 – 10:43 hs

    Na hora de pagar pelos crimes cometidos, todo mundo faz cara de paisagem e se diz inocente. Conheço um ex-presidente, que é craque nisto, e pior, esta dando um grande mau exemplo para a sociedade. Agora uma coisa a detenta que escreveu a carta tem razão. Gilmar é muito bom, para com os bandidos. Já soltou uma porção deles !

  3. Juca
    sexta-feira, 23 de fevereiro de 2018 – 10:46 hs

    Mas mesmo que o min. Gilmar Beiçola tenha um desses pedidos em mãos, ela é pobre, não tem empresa de ônibus, não é parente importante de políticos e provavelmente a carta vai para o cesto da privada de seu gabinete.

  4. Daniel, o ateu atento
    sexta-feira, 23 de fevereiro de 2018 – 10:53 hs

    Mas mesmo que o min. Gilmar Beiçola tenha um desses pedidos em mãos, ela é pobre, não tem empresa de ônibus, não é parente importante de políticos e provavelmente a carta vai para o cesto da privada de seu gabinete.
    (2)

  5. Doutor Prolegômeno
    sexta-feira, 23 de fevereiro de 2018 – 10:55 hs

    No passado de glórias já falecidas, a excelsa corte já concedeu habeas corpus manuscrito por presos, em papel de embalar pão. Tempos esquecidos, que jamais voltarão para uma justiça mais preocupada em garantir seus próprios privilégios.

  6. Tonho
    sexta-feira, 23 de fevereiro de 2018 – 11:20 hs

    Se essa coitada ganhasse 20% do valor do auxílio moradia de um nobre do sistema judiciário certamente ñ estaria encrencada com o poder de império estatal.. Vamos seguir com cautela pq o andor é de barro..

  7. BETO
    sexta-feira, 23 de fevereiro de 2018 – 13:00 hs

    Sobrou para o PETISTA GILMAR MENDES KKKKKKK

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*