Mais uma de Cristiane Brasil | Fábio Campana

Mais uma de Cristiane Brasil

Cristiane Brasil parece um saco sem fundo de escândalo e absurdos. Ontem, o Fantástico trouxe reportagem em que a ex-futura ministra do Trabalho, em 2014, fazia pressão em servidores públicos da Prefeitura do Rio de Janeiro para pedirem votos para sua campanha ao Congresso. Na época, ela era secretária especial do Envelhecimento Saudável e Qualidade de Vida e jogava baixo com os funcionários: se não fosse eleita, eles perderiam seus cargos.
“Eu só tenho um jeito de manter o emprego de vocês. É me elegendo”, diz no áudio, revelado ontem programa. 
Ao menos quatro ex-servidores confirmaram para a reportagem da emissora terem estado presentes em reuniões do tipo. A então secretária informa ainda qual é a “meta” que precisam se preocupar: “se eu perder a eleição de deputada federal… eu preciso de 70.000 votos, eu fiz quase 30 (mil votos, na campanha para a Câmara Municipal em 2012). Agora são 70.000. No dia seguinte, eu perco a Secretaria. No outro dia, vocês perdem o emprego”. A moça orientou os funcionários do órgão pelo qual era responsável a como usar o cargo em favor de sua campanha. “Eu preciso de uma coisa que está na mão de vocês agora, que é a credibilidade junto ao idoso, é a amizade que eles têm com vocês, é o carinho que eles têm com vocês no dia a dia”.
Alguém duvida de jogo tão baixo? Naquele ano, Cristiane Brasil recebeu 81.817 votos.

(Foto: PTB Brasil/Flickr)


4 comentários

  1. Fátima Souza
    segunda-feira, 5 de fevereiro de 2018 – 9:27 hs

    Nesse País só temos pessoas desse tipo, lixo e lixo.

  2. segunda-feira, 5 de fevereiro de 2018 – 9:37 hs

    NÃO SEI PORQUE TANTO ESPANTO, DENTRO DO SERVIÇO PÚBLICO, EM TODAS ÁS ESFERAS SEMPRE VAI EXISTIR TCHÊ!!!
    POR ISSO É QUE DIZEM; VAIS PREVALECER SEMPRE, O PODER PROSTITUTO!!!
    BASTA VER O TANTO DE CACHORROS E CADELAS PAGO COM DINHEIRO PÚBLICO PARA FICAR LATINDO NOS VILAREJOS POR ESSE BRASIL!!!

  3. Pedro
    segunda-feira, 5 de fevereiro de 2018 – 10:29 hs

    Mais essa prática também é adotada no estado e no município. É só ver no período eleitoral os comissionados nas campanhas.Ou acham que eles vão por ideal, ou aparência do padrinho??? É unicamente pra manter o deles, e essa chantagem, todos os políticos fazem com seus cupinchas/comissionados. É por isso que eles não gostam dos servidores de carreira, pois estes, com raras exceções, não se submetem a esta prática.
    Pra moralizar a máquina deveria acabar com os comissionados, mais em acabando, quem seria os “amigos” dos governantes…
    Quem já foi secretário de estado ou de município sabe bem desta prática. Porém nada novo…

  4. Dex
    segunda-feira, 5 de fevereiro de 2018 – 12:24 hs

    O Brasil é uma vergonha. Não chego hora de sai desse país .

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*