Gleisi denunciada no Conselho de Ética | Fábio Campana

Gleisi denunciada no
Conselho de Ética


A senadora Gleisi Hoffmann (PR), presidente nacional do PT, e o líder do PT no Senado, Lindbergh Farias (RJ), são alvos de duas novas denúncias no Conselho de Ética do Senado, formalizadas nesta quinta-feira (8) pelo senador José Medeiros (Pode-MT).

Medeiros tomou como base pedir a abertura de processo disciplinar contra os senadores uma entrevista de Gleisi Hoffmann ao site Poder 360, em que a senadora afirmou que “vai ter que prender e matar gente”, para prender o ex-presidente Lula, julgado e condenado a 12 anos e um mês de prisão, em 24 de janeiro, pelo Tribunal Regional Federal da Quarta Região (TRF-4), pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro, no caso envolvendo o Triplex do Guarujá.

Apoiou Gleisi, se ferrou
Na denúncia contra Lindberg, Medeiros mencionou postagens do petista em redes sociais nas quais o líder do PT apoiou Gleisi Hoffmann, afirmando que a militância tem disposição para lutar nas ruas e defender a democracia.

“Dessa maneira, cometeu [cada denunciado] evidente abuso da imunidade parlamentar material, incidindo em quebra de decoro parlamentar, punível com a perda de mandato”, disse Medeiros nas duas denúncias.
A motivação das denúncias é a prática de incitação ao crime e de apologia ao crime por parte de Gleisi e Lindbergh, defendidos em nota do PT divulgada na última terça-feira (6), quando a sigla afirmou que a ameaça do senador de denunciar a dupla representaria uma “campanha de ódio e perseguição” contra o partido.

Reação violenta
“Segundo Medeiros, estamos ‘incitando a violência’ em nossas declarações de indignação contra os diversos golpes que a democracia vem sofrendo. Nada mais falso. Se ele tivesse se dado ao trabalho de estudar, veria que ‘desobediência civil’ é marcadamente um termo ligado a manifestações não violentas, pacíficas. […] Ele não se deu ao trabalho de tentar entender o que que é isso. É ignorância pura!”, rebateu Lindbergh, em nota.


3 comentários

  1. Marcão
    sexta-feira, 9 de fevereiro de 2018 – 16:55 hs

    CONSELHO DE ÉTICA DO SENADO… ahahaha ahahaha ahahaha ahahaha isso não vai dar em nada. Corporativismo em grande escala.

  2. Daniel, o ateu atento
    sexta-feira, 9 de fevereiro de 2018 – 17:20 hs

    “Se ele tivesse se dado ao trabalho de estudar, veria que ‘desobediência civil’ é marcadamente um termo ligado a manifestações não violentas, pacíficas. […] Ele não se deu ao trabalho de tentar entender o que que é isso. É ignorância pura!”

    Usou o termo de forma errada sim. Pois o que os petistas fizeram nada tem a ver com desobediência civil.

  3. Sergio Silvestre
    sábado, 10 de fevereiro de 2018 – 1:50 hs

    Esse José Medeiros é aquele rato de esgoto,dizem que em mt e ms é chamado que viadinho gaieiro.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*