Carmen Lúcia marca julgamento sobre auxílio-moradia | Fábio Campana

Carmen Lúcia marca julgamento sobre auxílio-moradia

Está marcada para 22 de março a data de julgamento das ações que tratam de auxílio-moradia de juízes, inclusive aquela de 2014, caneteada por Fux, que estende o benefício de R$ 4.378,00 a todos os juízes do país.
Não só o auxílio-moradia tem peso nas contas públicas. A maneira como ele é repassado aos magistrados permite isenção tributária – o que significa que o Fisco deixa de arrecadar R$ 360 milhões por ano.


2 comentários

  1. Doutor Prolegômeno
    quinta-feira, 22 de fevereiro de 2018 – 14:32 hs

    É uma grande oportunidade do MST e MTST abraçarem a causa do auxílio-moradia, bolsa moradia ou bolsa-teto. Uma oportunidade histórica.

  2. Toninho bondoso
    sexta-feira, 23 de fevereiro de 2018 – 0:49 hs

    Sou absolutamente a favor do pagto de auxílios saúde, transporte, alimentação e do auxílio habitação (nas comarcas do interior do Estado onde ñ tenham residência). Isso é necessários haja vista que autoridade públicas NÃO PODEM JAMAIS continuarem reféns de bancos e financeiras (de JUROS) bem como de ex-companheiras e MARIAS-CHUTEIRA (que cobram altas PENSãO alimentícia em engambelarem servidores públicos. Sem conta o fisco que cobra altíssimo IR com mão de ferro. Autoridade público Ñ pode, jamais, continuar sendo afetado por esse tipo de sacanagem..O erro maior consiste em alguns receberem e outros ñ só por pertencerem a um determinado poder público..

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*