Ajuste no Orçamento de 2018 chega a R$ 16,2 bilhões | Fábio Campana

Ajuste no Orçamento de 2018 chega a R$ 16,2 bilhões

O Orçamento Geral da União de 2018 terá um ajuste de R$ 16,2 bilhões. Segundo anunciou hoje o Ministério do Planejamento, as medidas incluem o cancelamento, suspensão e bloqueio temporário de despesas para cumprir a meta de déficit primário de R$ 159 bilhões para este ano e o teto de gastos.
De acordo com o ministro Dyogo Oliveira, do total bloqueado, R$ 8,2 bilhões serão liberados após o aceite de projeto de lei que muda o Orçamento. O montante será direcionado para repasses para municípios (R$ 2 bilhões), Fundo de Garantia a Exportação (R$ 1,5 bilhão), defesa civil (R$ 1 bilhão), saúde (R$ 2 bilhões), educação (R$ 600 milhões) e outras áreas. “As despesas ficaram dentro do Teto de Gastos, por isso não será necessário haver nenhum cancelamento de despesas”.

Os outros R$ 8 bilhões foram contingenciados devido à cautela com o processo de privatização da Eletrobrás, que ainda precisa ser aprovada pelo Congresso. “Não temos preocupação com a realização em si da privatização da Eletrobrás, mas pelo tempo. Vamos bloquear despesas até ter maior segurança”, explicou o ministro.
Dyogo argumentou que, com isso, o bloqueio de R$ 8 bilhões no Orçamento deste ano não se trata de um contingenciamento tradicional, mas sim uma “reserva de contingência” temporária.

Com informações da Agência Brasil e do Estado de S. Paulo.


Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*