Temer escolhe ministros baseado no tamanho do prontuário | Fábio Campana

Temer escolhe ministros baseado no tamanho do prontuário

Augusto Nunes,

Depois de montar uma equipe econômica de boa qualidade, Michel Temer parece ter decidido que o restante do primeiro escalão juntaria o que há de pior nos partidos que formam a chamada base aliada. O caso de Cristiane Brasil confirma que o presidente não nomeia ministros; nomeia problemas.
Essa estranha compulsão para atravessar a rua e pisar na casca de banana que enxergou na calçada do outro lado o levou a incluir no ministério figuras como Geddel Vieira Lima, Eliseu Padilha, Moreira Franco, Romero Jucá e outras sumidades da bandidagem com foro privilegiado.
De novo, Temer tentou preencher a vaga no Ministério do Trabalho baseado não na relevância do currículo, mas no tamanho do prontuário. De novo, deu no que deu.


Um comentário

  1. Uncle Joe 100
    quarta-feira, 10 de janeiro de 2018 – 17:49 hs

    Isto com certeza ele aprendeu com a Barbie paraguaia, ela pedia uma capivara antes de nomear os seus assessores, fez isto com o pedófilo de Realeza.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*