Partidos querem Richa no comando das alianças para eleições de outubro | Fábio Campana

Partidos querem Richa no comando das alianças para eleições de outubro

Pelo menos cinco partidos da base aliada do governador Beto Richa (PSDB) manifestaram nesta terça-feira, 23, apoio integral à liderança de Richa e “às tratativas que ele venha a fazer para entendimentos e alianças com vistas ao processo eleitoral de 2018”, diz o documento assinado pelos presidentes do PSDB, PSB, PTB, DEM e PR.

Os partidos ainda reiteram “confiança e convicção” na capacidade de mobilização e aglutinação de Richa que, segundo as legendas, o credenciam a atuar como principal articulador “para a formação de uma coligação forte e vitoriosa”.

“Há mais de uma década iniciamos a construção de um projeto político responsável, que mereceu o apoio majoritário dos paranaenses em todas as eleições das quais participamos. Entendemos que essas credenciais nos habilitam a continuar unidos no pleito deste ano”, defendem.

Os presidentes dos partidos reiteram ainda a disposição “permanente para o diálogo construtivo” para se definir uma alternativa política capaz de dar continuidade aos projetos de desenvolvimento social e econômico em curso no Paraná e, ao mesmo tempo, consolidar o programa de ajuste fiscal que coloca hoje o Estado em posição de destaque no cenário brasileiro.

Os partidos manifestaram a confiança na capacidade de condução do processo de formação de uma chapa majoritária forte eleitoralmente, e de uma ampla coligação proporcional que garanta condições de competitividade a todos os deputados e deputadas “que enfrentaram as maiores dificuldades e deram sustentação política ao governo”.

“Devemos assegurar aos parlamentares um tratamento igualitário e justo, em retribuição à lealdade e ao apoio incondicional que sempre manifestaram ao governo. Entendemos o convite aos demais partidos, para que juntos possamos ampliar a nossa mobilização por um Paraná moderno, responsável, justo, solidário e desenvolvido, que seguirá criando novas oportunidades de trabalho e renda para os paranaenses”.

Para os partidos, a liderança do governador Beto Richa “nesse processo vai assegurar que as conquistas obtidas pelo Paraná nestes últimos anos sejam compartilhadas por todos aqueles que têm responsabilidade com o futuro do nosso Estado”, adianta o documento assinados pelos deputados Ademar Traiano (PSDB), Alex Canziani (PTB), Fernando Giacobo (PR) e Pedro Lupion (DEM), além do presidente do PSB, Severino Araújo..

Leia a seguir a íntegra da nota

PARTIDOS ALIADOS MANIFESTAM APOIO À LIDERANÇA DE BETO RICHA

Nós, representantes de partidos políticos integrantes da base de apoio ao Governo do Estado, manifestamos nosso integral apoio à liderança do Governador Beto Richa e às tratativas que ele venha a fazer para entendimentos e alianças com vistas ao processo eleitoral de 2018.

Reiteramos nossa confiança e convicção na capacidade de mobilização e aglutinação do Governador Beto Richa, que o credenciam a atuar como principal articulador para a formação de uma coligação forte e vitoriosa. Há mais de uma década iniciamos a construção de um projeto político responsável, que mereceu o apoio majoritário dos paranaenses em todas as eleições das quais participamos. Entendemos que essas credenciais nos habilitam a continuar unidos no pleito deste ano.

Reiteramos nossa disposição permanente para o diálogo construtivo, no interesse maior de definirmos juntos uma alternativa política capaz de dar continuidade aos projetos de desenvolvimento social e econômico em curso no Paraná e, ao mesmo tempo, consolidar o programa de ajuste fiscal que coloca hoje o Estado em posição de destaque no cenário brasileiro.

Manifestamos a nossa confiança na capacidade de condução do processo de formação de uma chapa majoritária forte eleitoralmente, e de uma ampla coligação proporcional que garanta condições de competitividade a todos os deputados e deputadas que enfrentaram as maiores dificuldades e deram sustentação política ao governo. Devemos assegurar aos nossos parlamentares um tratamento igualitário e justo, em retribuição à lealdade e ao apoio incondicional que sempre manifestaram ao governo. Entendemos o convite aos demais partidos, para que juntos possamos ampliar a nossa mobilização por um Paraná moderno, responsável, justo, solidário e desenvolvido, que seguirá criando novas oportunidades de trabalho e renda para os Paranaenses.

A liderança do governador Beto Richa nesse processo vai assegurar que as conquistas obtidas pelo Paraná nestes últimos anos sejam compartilhadas por todos aqueles que têm responsabilidade com o futuro do nosso Estado.

Curitiba, 22 de janeiro de 2018

Deputado Ademar Traiano
Vice-presidente do PSDB-PR

Severino Nunes de Araújo
Presidente do PSB-PR

Deputado Alex Canziani
Presidente do PTB-PR

Deputado Pedro Lupion
Presidente do DEM-PR

Deputado Fernando Giacobo
Presidente do PR-PR


4 comentários

  1. Sergio Silvestre
    terça-feira, 23 de janeiro de 2018 – 19:25 hs

    Será que sobra alguma alinça,o turco gosta de ouro para levar pro Libano.

  2. alessandro brezin
    quarta-feira, 24 de janeiro de 2018 – 0:31 hs

    DEPUTADO INDEPENDENTE ALERTA :
    POLíTiCOS QUEREM DERRUBAR DELEGADO DA PF DA SECRETARIA DE SEGURANÇA
    O deputado estadual Ney Leprevost , que tem postura independente na Assembléia Legislativa do Paraná , fez um alerta nesta terça feira : “ Se o delegado da Polícia Federal Wagner Mesquita deixar a função de secretário de segurança , o Paraná sofrerá sérios retrocessos no combate à criminalidade , independente de que vier a substitui- lo “. Segundo Leprevost , quem quer derrubar Mesquita são os políticos , alguns deles envolvidos em sérias investigações da Polícia Federal , berço profissional do secretário. Para isto , agitam alguns oficiais da PM . “ Se o delegado Mesquita cair vai ficar claro para o crime organizado que os políticos, alguns acusados de corrupção, passaram a mandar na segurança pública do Paraná. Isto é péssimo“ , avisa Ney .

    http://www.zebeto.com.br/em-defesa-e-no-ataque/#.WmfviiOZPBJ

  3. quarta-feira, 24 de janeiro de 2018 – 5:44 hs

    E o pp ?? Carta na manga ?

  4. Londrinense atento
    quinta-feira, 25 de janeiro de 2018 – 20:25 hs

    Beto Richa é um líder com certeza. Durante seu primeiro mandato 2011/2014 ocorreu o maior escândalo de corrupção da história do Paraná, investigado pela Operação Publicano e que lesou os cofres públicos em mais de 1 bilhão de reais. Deflagrada em março de 2015, a Operação Publicano desarticulou uma organização criminosa que agia na Receita Estadual e que levou a prisão mais de 70 auditores fiscais, alguns já condenados a elevadas penas, como é o caso de Márcio de Albuquerque Lima, que foi Inspetor Geral de Fiscalização em Curitiba, condenado a 97 anos de prisão. Márcio Lima é amigo pessoal de Richa devido a um hobbie em comum, a corrida de automóveis.

    As investigações apontam que alguns milhões desviados pela quadrilha abasteceram a campanha eleitoral de Richa em 2014.

    A Operação Publicano também fez descobertas inusitadas. O auditor Luiz Antonio de Souza, condenado a 49 anos de prisão, tinha em seu poder notas fiscais da compra de equipamentos para o comitê eleitoral de Richa em Londrina, no ano de 2014.

    Se as investigações comprovarem os fatos noticiados, Beto Richa tem uma equipe de arrecadação de campanha muito eficiente … o que comprova a sua indiscutível liderança.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*