Fundo para campanhas tira verbas da Saúde e Educação | Fábio Campana

Fundo para campanhas tira verbas da Saúde e Educação

O fundo aprovado ano passado por deputados e senadores para financiar campanhas começou a mostrar o que é mais importante para nossas autoridades. R$ 472,3 milhões que eram originados à Educação e Saúde pularam para os caixas dos partidos.
Da Educação saíram R$ 121,8 milhões – grana equivalente a 34% de todos os pagamentos que o governo realizou no ano passado no Programa Nacional de Reestruturação e Aquisição de Equipamentos para a Rede Escolar Pública de Educação Infantil.
Da Saúde foram R$ 350,5 milhões que poderiam, por exemplo, erguer 159 novas UPAs, com sete leitos dois médicos e atendimento médio de 150 pacientes por dia ou financiar 859 Unidades Básicas de Saúde.
Mas não foi só isso.

R$ 828 milhões foram retirados de áreas como segurança pública, infraestrutura, obras contra a seca e agricultura.

Os principais articuladores da reforma política, quando a proposta tramitou no Congresso Nacional, afirmaram que as duas áreas não seriam prejudicadas. “Não aceito que mexa um centavo de saúde e educação”, disse à época o presidente do Senado, Eunício Oliveira (MDB-CE).

Um dos idealizadores do uso das emendas como fonte de recursos, o senador Romero Jucá (MDB-RR), líder do governo Michel Temer, também rechaçou as perdas: “A proposta que eu fiz não tira dinheiro da educação, da saúde, de lugar nenhum”. Procurados, eles não foram encontrados para comentar o assunto.

Com informações do Estado de S. Paulo.


3 comentários

  1. segunda-feira, 8 de janeiro de 2018 – 9:58 hs

    cambada de filhos da puta !

  2. QUESTIONADOR
    segunda-feira, 8 de janeiro de 2018 – 10:46 hs

    -Dinheiro tirado da população que seria em prol do bem estar da saúde e da educação do povo brasileiro será aplicado para bancar campanhas eleitorais de candidatos que se importam apenas em manter-se no poder e aos projeto($) pessoai($). Tudo em nome da governabilidade e em nome do povo…como diriam certos políticos…
    -Não está na hora de uma inédita Intervenção Constitucional amparada pelas Forças Armadas para moralizar este País???
    -O povo sofre, é roubado, não tem saúde, segurança e educação e ainda é obrigado à votar(é como assinar assinar um cheque em branco) nestas canalhas!!!!

  3. segunda-feira, 8 de janeiro de 2018 – 10:56 hs

    “Todo mundo. A torcida do Flamengo e a do Corinthians sabiam que isso aconteceria. Não tem de onde sair dinheiro que não dá em árvore. Quando digo que ‘ELES’ são todos iguais. Tudo farinha estragada do mesmo saco. Alguns dizem que sou fundamentalista. Exagerado. Mas eu não fui doutrinado. Não tenho corrupto de estimação. Nem defendo politico criminoso. Eles estão cagando e andando se a saúde. A educação. A segurança. Se você. Eu. Nós. O conjunto da sociedade está passando por dificuldades? Eles não estão nem aí. O povo que se f…” – Profº Celso Bonfim

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*