Paraná terá programa para detentas | Fábio Campana

Paraná terá programa para detentas

O Paraná será o primeiro estado a receber o projeto Mulheres Livres criado para atender mulheres que cumprem pena no sistema prisional. A iniciativa do Ministério da Justiça será desenvolvida em parceria com o Estado e Tribunal de Justiça. A governadora Cida Borghetti assinou nesta segunda-feira, 11, o acordo de cooperação com o ministro Torquarto Jardim para a implantação do projeto.

“Este programa vem se somar ao que o Paraná já desenvolve, para a reinserção social de detentos”, afirmou Cida ressaltando que o Estado foi escolhido para receber o piloto do projeto por ter a política de encarceramento feminino estruturada.

Torquato Jardim afirmou que o modelo de politica do Paraná é referência nacional. O ministro disse ainda que o objetivo de começar o Mulheres Livres pelo Paraná foi para conseguir levar o projetos de sucesso aplicado para outros estados. “A política de tratamento dos futuros egressos no mercado de trabalho do Paraná é um modelo para o Brasil. Vamos estudar os bons resultados e adaptá-los para as demais realidades econômicas e sociais do país”, afirmou.

Cida destacou a criação de uma política estadual que desenvolve práticas no sistema prisional que contribuam com a garantia e a defesa dos direitos das mulheres encarceradas, egressas e seus filhos; e também o projeto de capacitação das equipes de saúde que atendem as Unidades Penais.


2 comentários

  1. Liberty
    terça-feira, 12 de dezembro de 2017 – 0:19 hs

    Uhuuuuu!!
    Vamo soltar todoooooooo oooooo muuuuuundooooooo!!!

  2. terça-feira, 12 de dezembro de 2017 – 13:49 hs

    PENSA NUMA RAÇA DE SEM NOÇÃO, BASTA SE APROXIMAR O PERÍODO ELEITORAL!!!
    SEMPRE VAI APARECER CAGADORES DE IDÉIAS!!!.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*