Joaquim Barbosa e o PSB | Fábio Campana

Joaquim Barbosa e o PSB

Nesta segunda-feira, 11, em São Paulo, Joaquim Barbosa, ex-ministro do STF se reuniu com oito deputados do PSB e o encontro teve aval do presidente da sigla, Carlos Siqueira. Barbosa admitiu que cogita ser candidato a presidente e prometeu anunciar uma decisão até março do próximo ano, prazo final exigido pela legislação eleitoral para que ele se filie a um partido político para poder participar da disputa.

“Ele disse que ainda está refletindo sobre a candidatura. Ponderou que hoje está com uma vida estabilizada com a advocacia, palestras e aulas que dá”, contou o líder do PSB na Câmara, Júlio Delgado (MG), ao Estadão. Segundo o deputado, a bancada reforçou o convite para o ex-ministro ser candidato pela sigla. “Ele não falou nem que sim, nem que não. Disse que está analisando o cenário”, disse.

“Ele perguntou como será enfrentar candidatos de grandes oligarquias, com alto poder econômico. Dissemos que isso não era o principal desafio”, relatou Delgado ao repórter Igor Gadelha.


4 comentários

  1. Doutor Prolegômeno
    terça-feira, 12 de dezembro de 2017 – 16:30 hs

    Esse cidadão vai dar com os burros n’água. Não foi capaz de presidir uma corte de 11 juízes até o fim do mandato, porque não era capaz de conviver com contrários. Imagine conviver com a permanente contrariedade da política. Vai se retirar furibundo dos debates e renunciar à candidatura.

  2. terça-feira, 12 de dezembro de 2017 – 16:57 hs

    Vai arranjar sarna pra se coçar !!!

  3. Nelason Silva
    terça-feira, 12 de dezembro de 2017 – 20:19 hs

    kkkk…sem comentarios… sem noção…

  4. Do Interior....
    quarta-feira, 13 de dezembro de 2017 – 11:05 hs

    Esse aí é igual a Marina Silva: Verde por fora e vermelho por dentro.

    Excluiu o verdadeiro ladrão do mensalão, LuLLa, por ser indicado por ele, retribuindo o favor e deu no que deu: Petrolão.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*