Aborto na Colômbia | Fábio Campana

Aborto na Colômbia

Com nove semanas de gestação e nenhuma previsão de resposta definitiva do Judiciário brasileiro sobre o pedido que fez para realizar um aborto, Rebeca Mendes Silva fez o procedimento de interrupção da gravidez, de forma legal, na Colômbia.
Primeira mulher na América Latina que entrou no judiciário com procedimento para ter direito ao aborto, Rebeca foi convidada para participar de um seminário em Bogotá organizado pelo Clacai – Consórcio Latinoamericano contra o Aborto Inseguro, ONG voltada à pesquisa sobre direitos reprodutivos. Passagem e hospedagem foram pagas pela ONG.
E uma vez lá, com medo de demora ou outra negativa da Justiça brasileira, realizou o procedimento.
Na Colômbia, a interrupção da gravidez é legal desde 2006 e a permissão para Rebeca foi dada pela Corte Constitucional na Colômbia.


Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*