William Waack e a internet | Fábio Campana

William Waack e a internet

O vídeo de William Waack é relativamente antigo, de 2016, mas veio parar na internet ontem. O jornalista aparece antes de uma entrevista com Paulo Sotero, diretor do Brazil Institute, do Wilson Center, num estúdio em frente à Casa Branca, nos Estados Unidos. Enquanto se preparam para entrar no ar, Waack ouve uma buzina e diz: “Tá buzinando por que, seu merda do cacete? Não vou nem falar porque eu sei quem é. É preto. É coisa de preto.” Após o comentário, o convidado ri constrangido.
Não passou 24 horas do vazamento, sem autor, para a Globo se posicionar e afastar o jornalista, que é um dos principais nomes de seu quadro. A internet fez com que o posicionamento da empresa acontecesse num estalar de dedos, a Globo, que estava acostumada a tratar em particular seus casos mais escabrosos, parece que entendeu que nesses tempos em que quase tudo fica exposto, não há maneira de garantir particularidade nos processos internos, pelo menos enquanto alguém estiver disposto a dar uma vazada nos conteúdos de bastidores.


3 comentários

  1. Veredito
    quinta-feira, 9 de novembro de 2017 – 9:06 hs

    Estes são os paladinos da moral e da democracia que a Globo usa em seus noticiários, todos os dias. E depois não querem que nossos jovens se transformem alienados. Esta pé a Globo que prega lesbianismo como se fosse arroz com feijão.
    Em suas novelas, negros e negras ou são empregadas domésticas, motoristas ou bandidos.

  2. BETO
    quinta-feira, 9 de novembro de 2017 – 10:34 hs

    Não pode, é crime. Ofendeu diretamente o Neymar e tantos outras pessoas gente boa.
    So pode ser da Globo

  3. falido e ainda mal pago
    quinta-feira, 9 de novembro de 2017 – 13:16 hs

    O que esperar da rede esgoto de televisão?

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*