Rebelião já dura 15 horas e cenário é de destruição na PEC em Cascavel | Fábio Campana

Rebelião já dura 15 horas e cenário é de destruição na PEC em Cascavel

Catve.com

Continua na manhã desta sexta-feira a rebelição na PEC (Penitenciária tadual de Cascavel). A presidente do Sindicato dos Agentes Penitenciários do Paraná, Petruska Niclevisk Sviercosk, acompanha as negociações para a liberação dos dois agentes que permanecem reféns dos presos rebelados, desde a tarde desta quinta-feira. As vítimas foram identificados como Marcelão e Maicon.

A Polícia Militar informou que até a noite de ontem eles estavam bem e não teriam ferimentos graves. Ainda não foram repassadas informações oficiais nesta manhã. Sergio, que foi resgatado na tarde de ontem, passou por atendimento médico teve bastante ferimentos porém sem gravidade.

Um preso foi morto decapitado, e a polícia suspeita da morte de outros detentos. O motim começou por volta de 15h30. De acordo com sindicato faltam profissionais dentro da unidade, e desde a rebelião de 2014 pouca coisa mudou dentro do presídio. uando a rebelião começou ontem a PEC tinha 40 agente para atender cerca de mil detentos, o que fragiliza a segurança afirma a sindicalista.

Além da falta de estrutura humana faltam materiais para o serviço. Para recuperar e destruição de 2014 foram investidos cerca de R$ 1,5 milhão e agora com os novos danos que podem chegar a 90% mais dinheiro precisará ser investido para reparar.

A estimativa é de que em todo o Paraná haja um déficit de cerca de 1.600 agentes penitenciários. Em julho deste ano, expirou o último concurso realizado para a categoria, havendo 1.200 aprovados aguardando convocação.


3 comentários

  1. Marcus
    sexta-feira, 10 de novembro de 2017 – 11:25 hs

    Chamem a super Cida que ela resolve esse problema. Só não leve junto o irmão porque nunca se sabe da disponibilidade de vagas.
    Onde esta a super Cida? Será que esta cuidando do maridão?

  2. NÃO VOTE EM QUEM JÁ FOI
    sexta-feira, 10 de novembro de 2017 – 16:54 hs

    A solução seria entregar uma metralhadora, bem municiada, à cada um dos rebelados e fechar a penitenciária por uma semana. Depois ver o que sobrou.

  3. Sincero
    sexta-feira, 10 de novembro de 2017 – 19:01 hs

    Como assim super Cida? Tá maluco? O negócio pegando fogo lá… Piadinha interna?

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*