Malas | Fábio Campana

Malas

Uma única mala talvez não desse toda a materialidade criminosa que a gente necessitaria para resolver se havia ou não crime, quem seriam os partícipes e se haveria ou não corrupção” – Fernando Segovia, em sua primeira entrevista coletiva à imprensa como diretor-geral da Polícia Federal, criticando a Procuradoria-Geral da República que, na gestão Rodrigo Janot, denunciou uma primeira vez o presidente por corrupção passiva no caso da mala dos R$ 500 mil que a JBS pagou para o ex-assessor especial de Temer, Rodrigo Rocha Loures.

Uma pergunta: Quantas malas de dinheiro são suficientes para o novo Diretor-Geral da Polícia Federal?” – Procurador da força-tarefa da Operação Lava Jato Carlos Fernando Santos Lima ironizando hoje no Facebook.


4 comentários

  1. Doutor Prolegômeno
    terça-feira, 21 de novembro de 2017 – 14:19 hs

    Apenas um mala sem alça é mais do que suficiente.

  2. Edson
    terça-feira, 21 de novembro de 2017 – 14:35 hs

    Quem assistiu e viu a entrevista do nobre delegado, percebeu que o mesmo falava dando risadinhas. Eu pessoalmente interpretei como deboche para com a inteligência do povo brasileiro. É o delegado dos Sarney’s! Todo mundo sabe por que ele foi colocado no cargo. No Brasil, enquanto nos Tribunais de Contas, PGR, STF e Polícia Federal as nomeações forem políticas, tudo continuará como dantes no quartel de Abrantes! Ou se não piorar! Quem viver verá! OU quem sobreviver!

  3. Tonho
    terça-feira, 21 de novembro de 2017 – 15:27 hs

    Aliás, por que Rocha Loures sequer foi investigado acerca da mala de dinheiro que recebeu de Joesley?

    Respondo: Porque Janot foi quem MANDOU Joesley dar o dinheiro a Rocha Loures, pensando que esse ex-assessor de Temer levasse a grana imediatamente ao Presidente!

    Mas deu zebra! Rocha Loures ficou com o dinheiro e até gastou uma parte dele!
    Assim, Janot ficou sem provas contra o Presidente!
    Mas ele não se deu por vencido, pois entrou com duas denúncias VAZIAS contra Temer, que obviamente foram rejeitadas pelos “ínclitos” deputados!

    Toda trama era para Temer renunciar, mas cometeram um erro: A GLOBO MENTIU DURANTE O DIA INTEIRO, FALANDO QUE HAVIA UMA GRAVAÇÃO EM QUE TEMER COMETIA N CRIMES. Temer, percebendo a MENTIRA VEICULADA PELA GLOBO, desistiu de renunciar, e o plano de Janot, Joesley e Fachin foi pras cucuias!

  4. terça-feira, 21 de novembro de 2017 – 18:33 hs

    Se o Janot tivesse feito direito o trabalho apenas uma, porém como existia a interferência do fator Joesley é aquele monstro benefício dado aos irmãos fica difícil acreditar na eficiência da PGR, ou esqueceram das trapalhadas e do jogo duplo do procurador/advogado?

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*