Lideranças apoiam nome de Richa ao Senado em 2018 | Fábio Campana

Lideranças apoiam nome de
Richa ao Senado em 2018

Importantes lideranças políticas do Paraná e do Brasil apoiaram neste sábado, 11, na convenção estadual do PSDB, a candidatura do governador Beto Richa ao Senado Federal, nas eleições de 2018.

No encontro, Richa assumiu a presidência estadual do PSDB no lugar do deputado Ademar Traiano. Com isso, passará a comandar as negociações do partido sobre alianças e candidaturas para o ano que vem.

“A gente gosta do que faz. Gosta de servir a população, atender o mais pobre e eu tenho certeza que você (Beto Richa) no Senado fará uma trajetória muito expressiva, como fez aqui no governo do Paraná. Um governo que orgulha o seu pai José Richa. E que será um senador que orgulhará a trajetória de José Richa”, disse o ministro da Saúde, Ricardo Barros.

História reconstruída – Para o deputado federal Sandro Alex (PSD), o governador Beto Richa e o PSDB reconstruíram a história do Paraná, nos últimos oito anos. “Nós, do PSD, estamos junto com você, governador Beto Richa. Nós viemos aqui, em nome do PSD, para renovarmos, mais uma vez, a nossa unidade em torno do crescimento do país, oito anos à frente do governo e mais oito anos no senado da República, com apoio do PSD, governador Beto Richa”, disse.

E completou, Sandro Alex: “Nós temos orgulho de ter participado da história do Paraná e nós estaremos juntos, construindo mais oito anos com vossa excelência”.

Destino do PSDB – Além do apoio à candidatura ao senado, a vice-governadora do Paraná, Cida Borghetti, destacou também a nova atribuição de Richa à frente do PSDB no Paraná. “Neste momento, o governador Beto Richa passa a comandar os destinos desse partido, que é um partido com uma referência positiva a nível nacional, que é o PSDB”, disse.

Segundo Cida, o Partido Progressista tem acompanhado a trajetória administrativa e política do PSDB há várias eleições. “Tenho orgulho de dizer que acompanho o governador (Beto Richa). O Partido Progressista acompanhou o PSDB em 2010, acompanhou o PSDB em 2014 e vai acompanhar em 2018. Contem com o apoio dos progressistas, estaremos unidos e juntos, para o bem do Paraná e do Brasil”, destacou Cida Borguetti.

Rumo ao Senado – “O momento é de reflexão, de muita atenção para o bem do Brasil e do Paraná. Daqui a pouco, vai chegar (no evento) o nosso ministro Ricardo Barros, que teve alta ontem a noite, e está fazendo questão absoluta de passar aqui para desejar sucesso a essa nova missão, governador. Presidir o partido, o PSDB no estado do Paraná, que vai, com certeza, contribuir para a formação de uma grande aliança a favor do nosso estado, do nosso Brasil. Sucesso governador (Beto Richa), Deus o abençoes, e rumo ao Senado da República. Conte conosco”, confirmou ainda Cida Borghetti.

Estrutura – Na análise do deputado federal Luiz Carlos Hauly, o PSDB está bem estruturado em Curitiba e no estado do Paraná também. “O PSDB tem uma boa estrutura no estado todo. Prefeitos, vice-prefeitos, vereadores, diretórios, militantes, deputados estaduais, federais. E acho que temos uma presença muito forte no cenário nacional. A relação minha, do Beto Richa com a cúpula nacional é muito boa”, disse Hauly.

Para o parlamentar, há uma grande projeção a favor do nome de Richa para uma vaga do Paraná no Senado, a partir da relação positiva e do engajamento político em Brasília. “E sou vice-presidente do partido e o Beto Richa como governador, eu sempre falo em nome do partido, com todos os líderes do partido, todos os senadores, os deputados, o Fernando Henrique (Cardoso), a nossa relação é muito estreita e muito boa nesse projeto do Richa para o Senado também”, salientou.

Líder no Paraná – O deputado Ademar Traiano também garantiu apoio à candidatura do governador Beto Richa, em 2018, ao Senado Federal. “O Beto Richa é o nosso grande líder. Portanto, ele agora como nosso presidente do partido, terá a possibilidade, além de andar pelo Paraná, se desistir de comandar o governo (do Paraná) em abril, que eu imagino que seja isso, ele pode, enfim, fazer todo o processo de negociação, na condução de candidaturas à majoritária, além de dar ao partido uma envergadura muito grande no contexto do estado e também projetando o partido nacionalmente”, disse.

“O Paraná não pode ficar acanhado e distante de todo o processo nacional. E nós defendemos a presença do Paraná e o governador é o nome que deve estar no senado e na executiva nacional”, completou Traiano.


6 comentários

  1. clarice franze
    sábado, 11 de novembro de 2017 – 18:49 hs

    EU NÃO SOU DA LIDERANÇA . MAS TAMBEM APOIO.

  2. Valpersou
    domingo, 12 de novembro de 2017 – 0:34 hs

    Ja mais sera nem Beto,nem Cida nem os 31 deputados do camburao.

  3. Rogério
    domingo, 12 de novembro de 2017 – 9:35 hs

    Isso se a operação quadro negro, ser investigada a fundo, sem compadrio, sem substituição de promotor que realmente quer investigar os poderosos do colarinho branco, tá na hora de banir esses políticos CORRUPTOS da política, 2018 é a chance de passar o Brasil a limpo.

  4. Rock
    domingo, 12 de novembro de 2017 – 12:07 hs

    Aqui no sudoeste esta só dando Requião senador e Osmar governador.

  5. henry
    domingo, 12 de novembro de 2017 – 15:40 hs

    DAS DUAS VAGAS EM DISPUTA AO SENADO EM 2018, SÓ SOBROU UMA AOS DEMAIS CONCORRENTES. COM 100% DE CERTEZA, UMA É DO GOVERNADOR BETO RICHA. OS QUE ACHAM QUE NÃO, OU SÃO DO GRUPO DO petista comedor de mamonas, TAMBÉM CONHECIDO COMO maria loka bob req, OU SÃO DOS VAGABUNDOS DA TAL APpt sindicato.

  6. xiru de palmas
    segunda-feira, 13 de novembro de 2017 – 7:54 hs

    Com certeza será eleito, mas este papo de “ajudar os pobres”, pelo amor de Deus, troque de discurso, pois não tenho o mínimo conhecimento de alguma ação deste governo que tenha criado programas e situações que realmente ajude as classes mais necessitadas. NÃO CONFUNDIR ASSISTENCIALISMO (doação de cobertores e similares pela primeira dama) COM AJUDA. Ajuda seriam programas que erradicassem a miséria, o assistencialismo só promove a miséria.
    O Beto irá se eleger a senador, com certeza, mas pela ajuda e cooptação que faz junto aos prefeitos de todos os municípios do Paraná.
    A sua odisséia pelos municípios só tem uma finalidade: a sua eleição.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*