Alckmin será o cacique | Fábio Campana

Alckmin será o cacique

Beto Richa, que trabalhou para isso, está satisfeito. Os dois candidatos à presidência do PSDB, Tasso Jereissati e Marconi Perillo, abrem mão de suas candidaturas. Geraldo Alckmin será o sucessor de Aécio Neves no comando da legenda. Tasso e Marconi já conversaram com Alckmin. A solução foi abençoada pelo tucano de alta plumagem, Fernando Henrique Cardoso.


Um comentário

  1. Emiliano
    segunda-feira, 27 de novembro de 2017 – 20:34 hs

    Vão para a derrota todos juntos.
    A única chance que tinham era expulsar Aécio e parar de apoiar o corrupto governo do Temer, como propuseram alguns tucanos mais novos e não amestrados pelo sistema podre da corrupção.
    Selaram seu destino.
    Não sei nem se Richa se elege.
    A Cida certamente não.
    Fiasco anunciado.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*