'Tô feliz, matei o presidente' | Fábio Campana

‘Tô feliz, matei o presidente’

Em 1992 Gabriel o Pensador lançou o rap “To feliz (matei o presidente)”, era sobre Fernando Collor de Mello.
Agora, o rapper fez nova versão, inspirada, claro, em Michel Temer: “To feliz (matei o presidente) 2”.
A composição é sucesso: mais de 2 milhões de visualizações no Youtube. Gabriel não se mostra surpreso com a repercussão, porque “Chega”, lançada durante os protestos contra o PT, “também já havia viralizado”. “Só estou com pena porque as pessoas estão cegas com essa polarização de direita e esquerda, quando a gente fala sobre a impunidade, que é o meu caso, as pessoas tentam te enquadrar como militante disso ou daquilo”.
Aumente o volume e cante com Gabriel o Pensador, ao menos serve de catarse: “Eu não matei nem vou matar literalmente um presidente / Mas se todos corruptos morressem de repente / Ia ser tudo diferente […] O Pensador é contra violência / Mas aqui a gente peca por excesso de paciência / Com o rouba mas faz, dos verdadeiros marginais / São chamados de Doutor e Vossa Excelência“.


2 comentários

  1. Tosquinho
    quarta-feira, 25 de outubro de 2017 – 13:00 hs

    Matou, nada, petista!! O Turcão tá firme e forte inguar quenem um toro de estância!! Cê perdeu, Gabrier petista!!

  2. Edson
    quarta-feira, 25 de outubro de 2017 – 15:23 hs

    É Gabriel, o pensador – é pena que o povo não pensa!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*