Semana do crochê, nova lei | Fábio Campana

Semana do crochê, nova lei

Está tramitando na Câmara de Vereadores novo projeto de lei de Julieta Reis.
Para engrossar o nosso livro de regras, a nova lei da cidade, se o projeto da vereadora for aprovado, será a ‘Semana do Crochê em Curitiba’.
Como justificativa Julieta Reis diz que o crochê é “mais do que somente uma espécie de artesanato, é uma atividade que promove a arte, a saúde e renda a muitas famílias curitibanas”. E que “a atividade permite ainda a reintegração social e auxilia em tratamentos terapêuticos, possuindo grande importância no combate da depressão”. Até aí, tudo bem, mas precisa virar lei?
Isso tem custo, um projeto precisa receber uma instrução técnica da Procuradoria Jurídica e então seguir para as comissões temáticas do Legislativo. Durante a análise dos colegiados, podem ser solicitados estudos adicionais, juntada de documentos faltantes, revisões no texto ou o posicionamento de outros órgãos públicos afetados pelo seu teor. Depois de passar pelas comissões, a proposta pode ser votada pelo plenário e, se aprovada, dependerá da sanção do prefeito para virar lei. Calcule.

(Foto: Rodrigo Fonseca/CMC)


2 comentários

  1. Maquiavel
    segunda-feira, 2 de outubro de 2017 – 12:12 hs

    Limpar um lote ninguém quer

  2. Juca
    segunda-feira, 2 de outubro de 2017 – 16:22 hs

    Pergunta: A nobre vereadora faz crochê ou só pinta e borda?

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*