'Se o brasileiro soubesse o que sei, seria difícil dormir', diz Cármen Lúcia | Fábio Campana

‘Se o brasileiro soubesse o que sei, seria difícil dormir’, diz Cármen Lúcia

O Globo

A presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, afirmou nesta sábado que o brasileiro não dormiria, se conhecesse tudo o que ela sabe. A declaração foi dada pela ministra ao comentar a situação dos presídios brasileiros, segundo ela, totalmente dominados organizações criminosas.

— Hoje temos as questões gravíssimas de organizações criminosas dominando em todos os estados do Brasil. Por isso eu digo que não é cômodo nem confortável nenhuma poltrona na qual eu me assente, por uma singela circunstância: eu sou uma das pessoas que mais tendo informações não tenho a menor capacidade de ter sono no Brasil — disse a ministra, durante participação no Festival Piauí Globonews de Jornalismo, realizado em São Paulo:

— Se o brasileiro soubesse tudo o que sei, tendo visitado 15 penitenciárias masculinas e femininas, seria muito difícil dormir — completou.

Cármen Lúcia ainda rebateu os críticos e os desafiou a assumir o seu lugar e fazer o que faz. Para ilustrar o momento atual do Brasil, a ministra citou um trecho do poema “Nosso Tempo”, do mineiro Carlos Drummond de Andrade: “Os homens pedem carne. Fogo. Sapatos/ As leis não bastam/ Os lírios não nascem da lei/ Meu nome é tumulto, e escreve-se na pedra.”

— Vivemos tempos de muito tumulto. Para mim, infelizmente, eu estou na presidência do Supremo e o Brasil quer uma solução para um mundo de tumulto — disse Cármen, negando que se tratasse de um “relclamação.”

DELAÇÃO COMO ‘INSTRUMENTO NECESSÁRIO’

Na conversa com a jornalista Consuelo Dieguez e diante de uma plateia, a presidente do STF evitou se aprofundar em temas polêmicos. Sobre a deleção dos irmãos Joesley e Wesley Batista, da JBS, disse apenas que o Supremo ainda vai avaliar se houve ou não manipulação para a produção de provas. Entretanto, ela ressalvou que o ex-procurador-geral da república, Rodrigo Janot, responsável por conduzir os acordos da colaboração dos empresários, é “experiente e muito prepardo.”

— A colaboração premiada tem sido um instrumento necessário para chegar ao fatos para que a corrupção não prevaleça. Eventuais excessos serão corrigidos. Nenhuma investigação ou acusação para caso o procedimento não tenha sido perfeitamente aplicado — observou a ministra, que criticou o “vazamento seletivo” das delações:

— O vazamento é um erro.

A presidente do Supremo ainda fez uma forte defesa da democria e disse não acreditar no risco de uma intervenção militar. Em setembro, o general do Exército Antonio Hamilton Mourão indicou que a tomada do poder pelos militares era uma saída para o país, caso o Judiiciário não soluciasse o problema político. A ministra classificou com um desserviço “qualquer fala de qualquer pessoas que seja contra a Constituição.”

Provocada a dar opinião sobre as declarações do ministro Gilmar Mendes e os embates com os ministros do STF, Cármem Lúcia se esquivou dizendo que Mendes tem toda uma “peculiaridade” de se manifestar.

— Não pode um ministro calar o outro. Aliás, acho que ninguém pode calar ninguém.


18 comentários

  1. BinLaden
    sábado, 7 de outubro de 2017 – 18:45 hs

    Dona Carmen, os piores bandidos não estão na cadeia..
    Prenda os políticos bandidos, esses sim são os piores bandidos

  2. Rr
    sábado, 7 de outubro de 2017 – 19:17 hs

    Forças armadas assumam e façam uma faxina geral,deem destino pra todo esse lixo.

  3. STFÉPT
    sábado, 7 de outubro de 2017 – 19:18 hs

    Se a Carminha soubesse o que se passa no país, com muitos passando fome, necessidades, doenças e outras tragédias, graças ao Lula e ao PT e se ela soubesse que o STF todo sempre protegeu essa turma, aí sim ela teria motivos para não dormir. E Carminha ajudou isso tudo acontecer, também ajudando a turma do PT. Portnato, quem não dorme somos nós, Carminha querida.

  4. falido e ainda mal pago
    sábado, 7 de outubro de 2017 – 19:32 hs

    Não se preocupe Doutora. O brasileiro pode saber de tudo mas continuará dormido e votando em bandido. Basta ver as pesquisas para presidente e governador! O eleitor brasileiro retrata fielmente a nossa sociedade que quer levar vantagem, fura a fila, estaciona em lugar proibido, engana o próximo, não paga suas contas em dia e reclama de tudo. Mas, se derem aos brasileiros qualquer regalo às custas do dinheiro público, está tudo bem. Todos dormem o sono dos justos.

  5. Sem Medo
    sábado, 7 de outubro de 2017 – 23:02 hs

    O câncer desta nação é o JUDICIÁRIO, porque permite que praticas danosas e criminais perdurem anos e mais anos, decisões nunca são iguais, uns levam muito, outros nada levam. Essa senhora não tem cara de quem não dorme direito. O poder do Judiciário também esta corrompido.

  6. Volmer
    sábado, 7 de outubro de 2017 – 23:43 hs

    Para que o povo brasileiro possa respeitar o STF é preciso que o mesmo apresente resultados efetivos e mensuráveis. Por exemplo: Gostaria de saber, nos últimos 5 anos, quantos processos relativos a políticos denunciados foram concluídos, quantos processos foram arquivados por decurso de prazo, quantos foram paralisados com pedidos de vista e quantos habeas corpus foram concedidos a figurões altamente suspeitos.

  7. Sergio Silvestre
    domingo, 8 de outubro de 2017 – 0:09 hs

    Pois é,com uns cretinos como alguns que comentaram acima,como é que vamos fazer desse Pais uma nação e nela ter um povo.
    Está provado que um bando deu um golpe no Pais ajudado por esses bandidos togados e ai começa a tirar meu sono,se nos presídios está tomados por bandidos sem imunidade por isso estão ´presos,o congresso nacional segundo o “MARCOLA” está tomado por perigosos narcotraficantes.dorme Carmem vai dormindo.

  8. ANTONIO
    domingo, 8 de outubro de 2017 – 7:10 hs

    Cara Ministra, quem não está dormindo é o povo Brasileiro, devido que a Senhora não está fazendo nada para diminuir o salário do Judiciário, o mais caro do mundo. O Brasil está quebrado, devido o auto custo do Poder Judiciário.

  9. Aline Nizer Lederer
    domingo, 8 de outubro de 2017 – 7:20 hs

    O STF é o grande entrave contra a lava-jato e qualquer investigação mais profunda dos políticos e da corrupção. O que os políticos não conseguem fazer por via de leis. A justiça acaba por favorece-los mesmo quando é inconstitucional.

  10. henry
    domingo, 8 de outubro de 2017 – 9:08 hs

    E POR QUE NÃO USA A LEI??? SERÁ QUE É PORQUE A “lei” HOJE É REPRESENTADA POR MEMBROS DA MAIOR FACÇÃO CRIMINOSA DO PAÍS, QUE É O TAL pt??????

  11. Parreiras Rodrigues
    domingo, 8 de outubro de 2017 – 9:33 hs

    Assino embaixo do falido e mal pago. Faça o seu dever de casa, ministra. A lava-jato prende e o seu ministério senta em cima dos processos, e quando muito, prende os delinquentes em prisão domiciliar. Um instituto estúpido que não se estende aos presos pretos, aos pobres e às putas.

  12. francesco
    domingo, 8 de outubro de 2017 – 10:03 hs

    Minha cara Ministra, sua manifestação demonstra claramente sua ineficiência, se demita urgentemente, o povo brasileiro pagador de impostos sufocantes, não merece ter uma pessoa tão despreparada para o cargo que ocupa. Quem a nomeou foi o maior safado da historia recente do país, simplesmente pelo fato de ser prima do safado do Sepúlveda Pertence. Tudo farinha do mesmo saco.

  13. Valpersou
    domingo, 8 de outubro de 2017 – 11:29 hs

    A senhora quer mesmo ajudar o povo brasileiro,entao mande o EXECITO BRASILEIRO ASSUMIR O BRASIL.

  14. Palpiteiro
    domingo, 8 de outubro de 2017 – 12:47 hs

    O brasileiro vai dormir debaixo da ponte para que o erário possa pagar as aposentadorias biliardárias do judiciário, legislativo, executivo, ministério público e outros badulaques.

  15. domingo, 8 de outubro de 2017 – 13:44 hs

    SE A SENHORA SABE INVESTIGUE E FAÇA JUSTIÇA, PQ ESSA DENÚNCIA PARA MIM, E ACHO PARA TDS OS BRASILEIROS, SÃO MUITO GRAVES.
    SE NÃO APURAR ESSES FATOS NARRADOS PELA SRª MESMO, NEM DEVERIA TER DECLARADO ISSO.

  16. José Maria de Carvalho
    domingo, 8 de outubro de 2017 – 19:11 hs

    O texto induz a acreditarmos que ela estava preocupada com o povo, mas ela está preocupada com os bandidos.

  17. eleitor desmemoriado
    domingo, 8 de outubro de 2017 – 20:06 hs

    Pobrezinha, e porquê ela não se pergunta a razão de tal estado de coisas? Será que o Judiciário não tem parte da culpa? É muito fácil se dizer indignada e coisas e tal, mas os processos continuam se empilhando nas mesas dos juízes e muito deles sentando em cima dos processos, ou os esquecendo nas gavetas ou nas prateleiras dos armários. E inocentes pagando por crimes que não cometeram.

  18. PSEUDO REPUBLIQUETA
    segunda-feira, 9 de outubro de 2017 – 11:30 hs

    Será que os que morrem de fome, os que morrem nas portas dos hospitais,os que carecem de medicamentos para curar seus males, os que são roubados diariamente por essa quadrilha de políticos, os que morrem diariamento por bala perdida, bala achada,os milhões de desempregados, os que morrem diariamente por falta de segurança, os que são debochados por bandidos de toda espécia, os vivem de um indígno de salário mínimo. não sabem?

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*