'Recibos de Lula são falsos' | Fábio Campana

‘Recibos de Lula são falsos’

Do Estadão,

Força-tarefa da Lava Jato afirma ser ‘imperativa’ uma perícia nos comprovantes de aluguel do apartamento 121, do edifício Hill House, em São Bernardo do Campo, apresentados pelo ex-presidente na ação penal em que é réu por corrupção passiva e lavagem de dinheiro supostamente recebido em propinas da Odebrecht

A força-tarefa da Operação Lava Jato, no Paraná, afirmou ao juiz federal Sérgio Moro que ‘sem margem à dúvida’ os recibos apresentados pela defesa do ex-presidente Lula, para comprovar o pagamento de aluguel do apartamento 121, do edifício Hill House, em São Bernardo do Campos (SP), são ‘ideologicamente falsos’. O Ministério Público Federal, no Paraná, entrou com um incidente de falsidade para apurar a autenticidade dos documentos apresentados pela defesa do ex-presidente.
Os recibos apresentados por Lula batem de frente com o depoimento de Glaucos da Costamarques, cuja defesa afirma que ‘o primeiro aluguel efetivamente recebido, ocorreu em novembro de 2015; tendo, após, recebido todos os alugueres até atualmente, excetuando-se, ao que se recorda, o aluguel referente a fevereiro de 2017, possivelmente em razão do falecimento da Sra. Marisa Letícia Lula da Silva’.
Glaucos alega ter sido procurado por José Carlos Bumlai ‘no sentido de adquirir um imóvel em um edifício em São Bernardo do Campo – SP, em seu nome, uma vez que não contava com recursos necessários para fazê-lo pessoalmente’. 
“Como razão primordial, informou a Glaucos que precisava atender a um pedido da sra. Marisa Letícia Lula da Silva, preocupada com o fato de alguém poder interessar-se pelo imóvel, que era localizado no mesmo andar, e em frente, ao apartamento que servia de residência ao ex-presidente e sua esposa, cuja privacidade poderia ser comprometida”, afirmam os advogados do laranja.

Os defensores de Glaucos ainda dizem que ele foi orientado a ‘procurar ao Dr. Roberto Teixeira, que trataria da documentação necessária relativamente à aquisição do imóvel e do contrato de locação’.

“O pagamento de alugueres, esclareça-se, só começou a ocorrer após visita do Dr. Roberto Teixeira ao defendente, quando este estava internado no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, onde Glaucos se submeteria a intervenção cardiovascular. Foi nesta visita que o referido advogado informou-o de que os alugueres passariam a ser pagos regularmente”, sustentam os advogados.

A defesa de Glaucos tem reiterado que, no dia seguinte à visita de Roberto Teixeira, ele recebeu a visita do ‘contador João M. Leite, que foi colher as assinaturas nos recibos, referentes ao ano de 2015’.

O juiz federal Sérgio Moro determinou que o hospital entregue os registros das visitas do compadre de Lula e do contador a Glaucos.

COM A PALAVRA, LULA

Em nota, o advogado Cristiano Zanin Martins, defensor do ex-presidente Lula, reagiu à nova ofensiva da força-tarefa da Lava Jato.

“A realização de perícia nos recibos irá demonstrar que eles são idôneos e que foram assinados pelo proprietário do imóvel, dando quitação dos aluguéis à D. Marisa, que contratou a locação. O questionamento do MPF é uma tática ilusionista de quem não conseguiu provar que valores provenientes de contratos da Petrobras beneficiaram o ex-Presidente Lula.”

“O proprietário do imóvel jamais negou que tenha emitido os recibos, tampouco levou ao processo qualquer declaração de que tenha assinado os documentos em uma única data, como se verifica na petição por ele protocolada em 28/09. Ele demonstrou ter adquirido o apartamento com recursos próprios, por meio de cheques administrativos, e não com valores de contratos da Petrobras.”

“A Defesa também questionou a autenticidade de documentos apresentados na ação pelo MPF por meio de incidente protocolado em 1º/09/2017, mas o juiz Sérgio Moro não autorizou a realização da perícia até o momento. De acordo com decisão proferida em 27/09, o processamento do incidente deveria aguardar a realização de outra perícia, relativa às supostas cópias dos sistemas paralelos da Odebrecht.”

“Espera-se que o juiz dê ao questionamento da defesa o mesmo tratamento em relação aos questionamentos da acusação, não apenas em relação à idoneidade de documentos, mas sobretudo no que tange à necessidade de demonstração do afirmado uso de recursos da Petrobras para a aquisição dos imóveis (“follow the money”).”

Cristiano Zanin Martins


9 comentários

  1. CAÇADOR DE VERMES PETISTAS
    sexta-feira, 6 de outubro de 2017 – 11:43 hs

    Mas é uma brincadeira.
    Esse cara é o maior pilantra, cara de pau, mau caráter que tem no Brasil e por si só pelo fato de atribuir toda a culpa de suas roubalheiras a sua mulher morta já demonstra o quanto este sujeito é mau caráter.

    CAEIAAAAA

  2. TADEU ROCHA
    sexta-feira, 6 de outubro de 2017 – 12:21 hs

    eles tenham tudo na mão, provas mais provas, ele continua mentindo, não viu , não sabe etc. uma vergonha

  3. Doutor Prolegômeno
    sexta-feira, 6 de outubro de 2017 – 12:33 hs

    O Brasil é uma falsificação grosseira de país.

  4. Rr
    sexta-feira, 6 de outubro de 2017 – 12:52 hs

    Com toda certeza,vindo desse marginal,nem precisa de perícia.

  5. Sergio Silvestre
    sexta-feira, 6 de outubro de 2017 – 14:40 hs

    OS CANALHAS INVENTARAM A CONDENAÇÃO POR SOPOR E AGORA O DOCUMENTO IDEOLOGICAMENTE FALSO hahahahahahahahahaha

  6. Inco
    sexta-feira, 6 de outubro de 2017 – 14:43 hs

    Alguém aí tem dúvida?

  7. antonio
    sexta-feira, 6 de outubro de 2017 – 15:53 hs

    Desculpe a ignorância do macaco, mas o que significa “ideologicamente falso”? É falso ou não é?

  8. henry
    sexta-feira, 6 de outubro de 2017 – 17:18 hs

    TUDO QUE É, OU FOI FEITO POR ESTE verme petista 171, TEM MUTRETA. E ELE TEM PLENA CERTEZA DE QUE A POPULAÇÃO SÉRIA E O JUDICIÁRIO, VAI CAIR EM UM CONTO DO VIGÁRIO, COMO ESTE. SÓ ELE TEM ESTA CERTEZA. ESTE CRÁPULA TINHA QUE ESTAR NA CADEIA, E LÁ MORRER.

  9. Sapo Eletrico
    sexta-feira, 6 de outubro de 2017 – 19:51 hs

    Mas então deve ser acusado de mais um crime:
    FALSIDADE IDEOLÓGICA

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*