'Quero que o PMDB volte a governar o Paraná' | Fábio Campana

‘Quero que o PMDB volte
a governar o Paraná’

Por Denise Mello, Banda B
Ele tem 76 anos, mas a idade nem de longe parece ser um empecilho para que tenha muitos planos políticos no futuro. Roberto Requião de Mello e Silva é advogado, jornalista, urbanista e político brasileiro, ou melhor, militante, como prefere dizer. Senador, sabe que seu mandato chega ao fim no final de 2018. E se candidatará a quem em outubro do ano que vem? Depende, diz ele em entrevista à Banda B.
“O PMDB tem a obrigação de lançar candidato próprio ao Governo no ano que vem. E também terá candidato ao Senado. Coloco meu nome à disposição do partido. É uma decisão partidária e meu maior interesse que o velho PMDB de guerra volte a governar o Paraná”, afirmou.

Serão duas vagas ao Senado em 2018 e há a possibilidade de Requião disputar tanto a reeleição quanto o Governo. O que ele faz questão de frisar é que o PMDB daqui é diferente do PMDB nacional. “São PMDBs completamente diferentes. O PMDB do Paraná quer que o presidente Michel Temer seja submetido ao processo legal, com direito à defesa, mas que a denúncia prossiga para o STF. Se as acusações forem comprovadas, o que me parece que é pois as acusações são claras, cadeia pra eles. Sou a favor da investigação até porque a corrupção continua. Um Congresso hoje marcado por benesses, troca de emendas, uma vergonha. E no Paraná não é diferente, vemos a mesma coisa”, diz.

Requião também fez várias críticas ao Governo Beto Richa durante a entrevista, que faz parte de uma série que a Banda B vem fazendo com pré-candidatos ao Governo do Paraná em 2018. “Tenho uma preocupação muito grande com o Paraná. Temos hoje um dos estados mais precarizados do país no que diz respeito á moralidade. São inúmeras operações como a Publicano, Quadro-Negro entre outras. Uma corrupção sem limites e sem precedentes na história do estado. Não temos Governo, o que temos é uma organização para delinqüir e isso não pode continuar”, atacou o peemedebista.

O senador reforçou que o PMDB tem quadro no Paraná e pode mudar isso. “Nosso partido tem um quadro de nomes com experiência, é sério no combate à corrupção e pode desarmar esta ratoeira que se transformou o nosso estado e brigar contra a corrupção. Temos como reagir e voltar a trilhar o caminho da decência e do desenvolvimento”, concluiu.

A Banda já ouviu o pré-candidato Osmar Dias, pelo PDT (ver relacionada) e nos próximos dias deve entrevistar outros nomes que se colocam como opção na disputa ao Governo no ano que vem.


15 comentários

  1. Azedo
    segunda-feira, 9 de outubro de 2017 – 15:18 hs

    E o Paraná quer que você vá comer mamona no quinto duzinfernos! Véio gagá!

  2. Marco Nascimento
    segunda-feira, 9 de outubro de 2017 – 15:39 hs

    Comunista comedor de mamona

  3. clarice franze
    segunda-feira, 9 de outubro de 2017 – 16:34 hs

    NÃO EXISTE NAIS PMDB;;;ESTA SIGLA, ESTE PARTIDO, VIROU UMA MISTURA DE CARIMBÓ QUE NEM PAI DE SANTO DESVENDA.

    E DIGO MAIS….PARA PESSOAS E ELEITORES QUE POSSUEM BOM SENSO: PMDB NO PARANA …NUNCA MAIS.

  4. clarice franze
    segunda-feira, 9 de outubro de 2017 – 16:36 hs

    NÃO EXISTE MAIS PMDB;;;ESTA SIGLA ESTE PARTIDO, VIROU UMA MISTURA DE CARIMBÓ QUE NEM PAI DE SANTO DESVENDA.

    E DIGO MAIS….PARA PESSOAS E ELEITORES QUE POSSUEM BOM SENSO: PMDB NO PARANA …NUNCA MAIS.

  5. Henry
    segunda-feira, 9 de outubro de 2017 – 16:43 hs

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk ESTE verme petista DISFARÇADO, TINHA QUE ESTAR COMENDO MAMONAS NOS QUINTOS DO INFERNO. E O PIOR QUE TEM UNS IDIOTAS QUE ACREDITAM NA CONVERSA FIADA DESTE ESCLEROSADO.

  6. troll
    segunda-feira, 9 de outubro de 2017 – 16:54 hs

    Urbanista? kkk….

  7. urano
    segunda-feira, 9 de outubro de 2017 – 17:14 hs

    PMDB = Quadrilhão
    …cúmplice ou retardado?

  8. eleitor desmemoriado.
    segunda-feira, 9 de outubro de 2017 – 17:20 hs

    Concordo com Maria Louca, mas sem ele no comando.

  9. Felipe Máximo
    segunda-feira, 9 de outubro de 2017 – 17:21 hs

    pmdb, ou mdb véio de guerra. Esse partido juntamente com o pt bosta acabou com o Brasil.Esse esclerosado foi um dos atores. Vá pro inferno fdp!

  10. Augustinho
    segunda-feira, 9 de outubro de 2017 – 17:30 hs

    O MDB, vai deixar saudade de um partido lutador pelas causas democráticas e dos excluídos, atualmente atolado na merda pela corrupção, sem projeto político, não tem como o partido conseguir eleger seus membros, só resta fundir com outras sigla e mudar o nome, elaborar um novo estatuto e fortalecer com a juventude senão será o seu fim.

  11. Val
    segunda-feira, 9 de outubro de 2017 – 17:53 hs

    O ditador matava tudo no ninho, contra-atacava duro, demagogia, inversões, sem chance de ter operações contra políticos!

  12. Rock
    segunda-feira, 9 de outubro de 2017 – 17:57 hs

    Requião tetra governador com certeza para o desespero dos batedores de panelas.

  13. SOLANGE LOPES
    segunda-feira, 9 de outubro de 2017 – 18:48 hs

    Com uma coisa eu concordo com o Bob. Uma corrupção sem limites no Estado do Paraná, a começar com um estoque sem precedentes de dólares no armário do mano e as constantes viagens da primeira dama, com passaporte diplomático,(todo mundo sabe que os portadores deste tipo de documento não passam pela alfandega) à países da Europa, acompanhada de malas suspeitas e com destino ao caixa de um banco alemão.

  14. Roberto rodrigues
    segunda-feira, 9 de outubro de 2017 – 20:18 hs

    Os coxinhas, formados de ratos e ladrões do estado estão em polvorosa. Serão exorcisados.

  15. Adolfo
    terça-feira, 10 de outubro de 2017 – 16:01 hs

    Quem vai governar? o filhinho de papai que mal sabe cumprimentar as pessoas nas ruas durante sua pifia campanha para Prefeitura de Curitiba? Se não teve competencia nem para ir para segundo turno quando se candidatou para Prefeito,q ue meritos e creditos tem agora. O que ele fez de importante pelo Paraná. Eu não vi e ninguem viu. Quantas pessoas tinham lá no encontro do partido de Francisco Beltrão?

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*